Fale com este blog

E-mail: ercio.remista@hotmail.com
Celular: (91) 8136-7941
Para ler postagens mais antigas, escolha e clique em um dos marcadores relacionados ao lado direito desta página. Exemplo: clique em Santarém e aparecerão todas as postagens referentes à terra querida. Para fazer comentários, eis o modo mais fácil: no rodapé da postagem clique em "comentários". Na caixinha "Comentar como" escolha uma das opções. Escreva o seu comentário e clique em "Postar comentário".

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Clonando Pensamento

"O financiamento público de movimentos que cometem ilícito é ilegal, é ilegítimo. No Estado de Direito, todos estão submetidos à lei. Não há soberano. Se alguém pode invadir sem autorização judicial, ele se torna soberano, logo está num quadro de ilicitude". (Ministro Gilmar Mendes, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), referindo-se ontem (25) sobre repasses de recursos públicos para movimentos sociais que invadem terras e cobrando uma atuação mais enérgica do Ministério Público contra os invasores)

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Tristeza: Carmelita morreu


Minha querida amiga Maria do Carmo Bentes Vieira (Carmelita), descanse em paz! Aos seus familiares as minhas condolências.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Retorno

Albanira Bemerguy reiniciou hoje as suas atividades como desembargadora do Tribunal de Justiça do Pará e atuará como membro da Segunda Câmara Criminal. Doravante, é ela quem responderá pela vice-presidência do TJE nas ausências da titular, desembargadora Raimunda Noronha. Se ocorrerem ao mesmo tempo, ausências ou impedimentos de Rômulo Nunes e Raimunda Noronha, Albanira é quem ficará no exercício da presidência porque é a decana entre os desembargadores.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Clonando Pensamento

"Essa história de descriminalizar o uso de drogas sob a nomenclatura de política de redução dos danos é uma grande empulhação. Não há nada de preventivo nisso. Ao contrário, trata-se de um fator estimulante do consumo, que alimenta o tráfico, que por sua vez se fortalece na escala delituosa com o contrabando de armas, se conecta a outras formas de crime organizado por meio da lavagem de dinheiro e finalmente irriga as campanhas eleitorais de muitos bandidos que atuam na política brasileira". (Senador Demóstenes Torres - DEM/GO)

74% de processos parados na Justiça Estadual

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) divulgou nesta quinta-feira (19) que 74% dos processos que correm na Justiça Estadual ficaram parados durante o ano de 2007. O dado é preocupante já que esta instância é a que concentra o maior número de processos em toda a justiça brasileira, com um total de 54,8 milhões de ações em todo o país.
Até 2007, a Justiça Estadual já contava com 37 milhões de processos. E durante o ano passado, mais 17,5 milhões de ações chegaram aos tribunais.
- É um número preocupante. Especialmente porque são processos individuais. Precisamos fazer alguma coisa. É preciso trabalhar na desjudicialização -, alerta Gilmar Mendes, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do CNJ.

As maiores taxas de congestionamento foram encontradas na justiça de Pernambuco, com 87,2%, e do Maranhão, com 86,9%. Os números são menores no Distrito Federal, com 44,5% de atrasos, e em Rondônia, com 32,3%.

Na Justiça Federal, o congestionamento foi de 58,1% dos processos.
- Estados, municípios e entidades precisam pensar m praticar Direito com a mínima intervenção judicial -, acrescentou Gilmar Mendes.
Somando a Justiça Estadual e Federal, são 11.626 juízes para julgar 61 milhões de processos.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Com a palavra, Eliane Cantanhêde:

"Manda quem pode"
da Folha Online

Grita quem quer, manda quem pode.
Já não se fazem PMDBs como antigamente. E há muito, muito, muito tempo. Quando o senador, ex-governador e fundador do partido Jarbas Vasconcelos (PE) põe a boca no trombone para dizer o que todo mundo sabe, suas queixas são recebidas não com vergonha e constrangimento, como deveriam, mas com desdém e ataques, como foram. Jarbas fica falando sozinho. E - o mais incrível! - apanhando.

O que ele disse? Que o PMDB é um partido cheio de corruptos, sem bandeiras, sem propostas, de olho em seus próprios interesses e nas boquinhas de governo. É mentira, Terta?

Enquanto Jarbas reclama ética, o PMDB vai se infiltrando por todos e cada cantinho de poder - e de vantagens - do Congresso. Depois de eleger José Sarney presidente do Senado e Michel Temer presidente da Câmara, agora avança, guloso, sobre comissões, secretarias, o que tiver pela frente. E cada nome que apresenta!

Um dos mais valentes na contestação ao que Jarbas Vasconcelos acusou foi o deputado Eduardo Cunha, do Rio, um já velho conhecido de leitores de jornais e revistas, desde a época em que presidiu a Telerj no governo Fernando Collor. A empresa evaporou, como o próprio governo, mas Cunha e a sua (dela) má fama ficaram, com um lastro de histórias jamais devidamente esclarecidas. E agora ele emerge como um dos cérebros desse PMDB e desse Congresso que estão aí.

Além de mandar na Comissão de Constituição de Justiça pela terceira vez consecutiva (uma delas sem intermediários), Eduardo Cunha também já põe os pés, as mãos e os prepostos na igualmente poderosa Comissão de Minas e Energia, além de vai virar relator da medida provisória que cria um fundo para o setor elétrico. Em outras palavras, ele fecha o cerco: assume a CCJ, dos aspectos legais, e o setor energético, dos aspecto$ financeiro$.

O PMDB está ainda embolsando uma terceira comissão. Aliás, a deputada paraense Elcione Barbalho está: a de Seguridade Social e Família. Tudo em família. Ou seja: Jarbas pode ficar rouco de tanto berrar, e o único a lhe dar ouvidos é Pedro Simon (RS). Os dois são símbolos e referências do velho PMDB, mas não têm nada a ver com o novo PMDB e certamente não projetam o futuro PMDB. Nem o que o partido será daqui a 10, 15 anos e muito menos para que lado irá em 2010.

Quem vai decidir isso, uns puxando para um lado, outros para outro, são Sarney, Temer, Jader, Geddel, Renan, Newtão, Quércia e emergentes como Cunha. Jarbas grita, eles mandam.

Removendo o Passado: corrida ao poder

Santarém/2003 - Maria do Carmo Martins, candidata ao governo do Estado e Ana Júlia Carepa, candidata ao senado, em plena campanha fizeram pose para o fotógrafo após saborearem uma caldeirada de tucunaré no restaurante Pirakatu.

Pelo menos, não piora

A coisa tá braba, mesmo. O pobre já nem chora mais. Parece que já se acostumou com tudo, principalmente com os sofrimentos e as injustiças. Mas, tem um consolo, pois como diz Millôr: “O bom da gente ser pobre, feio, triste e doente, é que nada pior nos pode acontecer, ainda.”

No blog claudiohumberto.com.br:

Samba no pé-frio
Dispensam-se videntes e ocultistas na adivinhação do que pode ocorrer no Sambódromo com a presença de Lula: chuva torrencial, carro alegórico incendiado, passista ao chão, queda na arquibancada e... vaia.
Podem celebrar
Três capitais do Nordeste devem ser sedes da Copa de 2014: Fortaleza, Recife e Salvador. Também Natal está bem cotada: concorre com Florianópolis, que perde feio nos quesitos aeroportos e rede hoteleira.
Soy morto por ti
A última piada de dissidentes cubanos conta que, irritado com as recentes e obrigatórias fotos com as presidentes do Chile e da Argentina, Fidel Castro reclamou que “nem morto me deixam em paz”.
Melô do Lula
- “Não faz marola, pra canoa não virar...”

Alencar recebe alta e diz não temer a morte

O vice-presidente José Alencar, de 77 anos, deixou ontem o hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, após 27 dias internado, e disse não ter medo da morte. Ele lamentou o fato de o país não oferecer ao povo o mesmo tratamento que recebeu para cuidar de um tumor abdominal.

Numa cadeira de rodas, Alencar, emocionado, não perdeu o humor. Pediu desculpas pela "barbeiragem", quando bateu a cadeira na porta da sala. A emoção foi maior quando comentou a política de saúde.
- Não tenho medo da morte, porque não sei o que é a morte. A gente não sabe se a morte é melhor ou pior. Mas não quero viver nenhum dia que não possa ser objeto de orgulho - disse, agradecendo as manifestações de carinho de "norte a sul".

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Deu no Repórter 70 (jornal O Liberal):

Tribunal
Fundo
Relatório dos dois anos de gestão da desembargadora Albanira Bemerguy, na presidência do Tribunal de Justiça do Estado, mostra que a arrecadação do Fundo de Reaparelhamento do Judiciário (FRJ) teve um aumento de nada menos de 32% no exercício passado, bem superior à taxa média de incremento de 17% nos últimos anos. O arrecadado passou de R$-27,7 milhões em 2007 para R$-36,7 milhões no ano passado.

O aumento da arrecadação do FRJ permitiu, em grande parte, que o Tribunal dispusesse dos recursos necessários para investir na melhoria e ampliação de sua estrutura física. De 2007 a 2009, o TJE empregou o montante de R$-18,7 milhões em obras e serviços, sendo R$-6,5 milhões em 2007 e mais do que o dobro, R$-12,2 milhões, no ano seguinte.

A loira, sempre ela

Estava o vendedor mostrando as qualidades do papagaio à cliente:
- Se levanto a asa direita, ele fala em inglês:
Levantou a asa direita e o papagaio perguntou:
- Do you like me?
Levantou a esquerda e ele falou em francês:
- Bon jour, madame!
Levantou a perna esquerda e ele falou em espanhol:
- Tenga un buen dia, chica.
A cliente, que era loira impaciente, perguntou:
- E se ele levantar as duas pernas ao mesmo tempo?
O papagaio respondeu:
- Aí eu caio, né, sua imbecil!
Charge: Sponholz

Como salvar os jornais (e o jornalismo)

Durante os últimos meses, a crise no jornalismo atingiu proporções de derretimento. Agora é possível contemplar num futuro próximo uma época em que algumas grandes cidades não terão mais seu próprio jornal e as revistas e redes de notícias empregarão apenas um punhado de repórteres.

Há, no entanto, um fato chocante e algo curioso a respeito desta crise. Os jornais têm hoje mais leitores do que nunca. O seu conteúdo, assim como o das revistas de notícias e de outros produtores do jornalismo tradicional, é mais popular do que jamais foi - até mesmo (na verdade, especialmente) entre o público jovem. O problema é que um número cada vez menor de leitores está pagando pelo que lê. Leia mais em O Estado de S.Paulo: Como salvar os jornais (e o jornalismo)

"O PMDB é corrupto", disse Jarbas

Hoje, a Executiva Nacional do PMDB distribuirá uma nota oficial respondendo à entrevista do senador Jarbas Vasconcelos(PE) à revista VEJA. Entre outras coisas, Jarbas acusou o próprio partido de ser corrupto. Leia a entrevista: >O PMDB é corrupto
Fonte> Nlog do Noblat

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Ah! se fosse verdade...

Queixa de um amigo meu que é casado com uma mulher extremamente ciumenta: “O que mais me deixa p...da vida é não ter nunca transado com as muitas mulheres (só filé) que a minha esposa diz serem meus casos, minhas amantes".

Patrimônio histórico

Tá tudo muito bem, tá tudo muito bom, como santareno louvo a iniciativa da FIT - Faculdades Integradas do Tapajós de lançar, hoje, o projeto "Produção de Réplicas e Catalogação dos Prédios Históricos de Santarém, ocasião em que serão distribuídos catalógos com os cerca de 40 prédios históricos que ainda existem em Santarém. Mas não basta só isso, é preciso também que os proprietários da maioria desses imoveis sejam incentivados e ajudados pelo poder público, para que possam revitalizá-los totalmente, uma vez que estão em péssimas condições. Caso contrário, não vai demorar muito para fazerem parte do catalógo "Santarém já teve..."

Reviravolta no "Caso Maria do Carmo"

O "achismo" do poster, publicado ontem >caso-maria-do-carmo tem tudo para se tornar totalmente real, a começar pela mudança "mais pra frente" da data (8 de março) para a eleição suplementar em Santarém, que será feita pelo Tribunal Regional Eleitoral, consequência natural da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que na sessão de ontem modificou os critérios para a desincompatibilização de candidatos. Próximo capítulo dessa novela: recurso do PT será submetido ao julgamento do Supremo Tribunal Federal que, "eu acho", determinará que a Maria seja diplomada e empossada para exercer um novo mandato na prefeitura da Pérola do Tapajós.
Carge: Milton Cesar

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

TJE contesta acusações de fraude em texto legal referente à competência de Varas Cíveis da capital

Resolução aprovada pelo Pleno observou atribuições conferidas ao Judiciário pelas alterações do Código Judiciário, que serão devidamente esclarecidas.

A edição do jornal “Folha de São Paulo” do dia 7 de fevereiro corrente publicou, à página A10, matéria sob o título “Lei irregular pode anular processos no Pará” e subtítulo “Código Judiciário do Estado é aplicado há cinco anos com o texto de um artigo adulterado, o que pode invalidar milhares de decisões”, acrescendo, ainda, que “Artigo, alterado sem passar pela Assembléia, deu ao TJ o direito de redefinir as competências das varas, o que foi feito em 2007”.

As afirmações veiculadas envolvem grave acusação ao Poder Judiciário, sem que o autor da matéria se dedicasse a pesquisar os documentos relativos ao procedimento e, assim, pudesse comprovar as assertivas contidas na publicação, todas em desfavor à imagem e à seriedade da instituição, ao mesmo tempo em que comprometem a respeitabilidade do jornal, que se assenta na responsabilidade, indispensável à credibilidade editorial junto aos leitores e à sociedade.

O Tribunal de Justiça do Estado reafirma o cumprimento ao que dispõe a legislação, naquilo em que lhe competem os procedimentos judicantes. Estão sendo procedidas as apurações devidas para que tal fato seja esclarecido uma vez por todas, sem prejuízo de utilização do direito de resposta assegurado pela Lei de Imprensa, dos procedimentos legais que se tornem aconselháveis para alcançar eventuais responsabilidades civis e penais que a difusão de informações levianas e ofensivas a Poder constituído e seus membros pode implicar.

A edição de nº 30.029 do “Diário Oficial do Estado do Pará”, com a data de 15 de setembro de 2003, publicou em seu Caderno 1, páginas 3 e seguintes, o texto integral da Lei nº 5.008, de 10 de dezembro de 1981, aprovada pela Assembléia Legislativa do Estado do Pará e sancionada pelo governador Simão Jatene, que “Dispõe sobre o Código de Organização Judiciária do Estado do Pará”.

Lá está inserido o artigo 100, em que se lê: “Art. 100 – Na Comarca da Capital haverá 40 (quarenta) juízes de Direito, dos quais 34 funcionando nas seguintes Varas, cujas competências serão estabelecidas através de Resolução do Tribunal de Justiça”. Esse é o dispositivo, em plena vigência legal que decorre da promulgação pelo Poder Executivo da Lei aprovada pela Assembléia Legislativa e devidamente publicada no órgão oficial do Estado, em que se louvaram as decisões prolatadas pelo TJE, mediante a Resolução nº 023/2007, homologada pelo colegiado de desembargadores no Pleno do Tribunal.

Tais informações têm sido prestadas reiteradas vezes, sempre que divergências e interesses não claramente identificados trazem o assunto à tona, inclusive ofício de nº 1245/2008-GB, datado de 21 de julho de 2008, através do qual a então presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargadora Albanira Lobato Bemerguy, atendeu à solicitação de informação formulada pelo deputado Arnaldo Jordy Figueiredo, na condição de líder da bancada do PPS da Assembléia Legislativa do Estado, através de ofício nº 129/2008-GL-PPS, de 03 de julho, protocolado naquela Casa às 11:10 do dia 29.07.08. Nesse documento, a magistrada também informou ao parlamentar que o mesmo texto estava publicado no sítio do Poder Legislativo estadual.
Todos os documentos poderão ser pesquisados nas respectivas fontes, em nome da boa informação e no respeito às Instituições e ao público.
(Fonte: site do TJE-Pa)

Clonando Pensamento

“Sempre encarei e encaro com naturalidade o fato de ter sido alvo de algumas críticas, a maioria delas injustas e movidas por interesses contrariados, mas que não conseguiram me atingir e jamais me intimidaram, porque como advertiu Shakespeare, ‘se não queres ser vítima de calúnia, não digas nada, não faças nada, sejas absolutamente nada’. É o risco que se corre na vida pública quando se quer fazer, como fiz, as coisas bem feitas e com dignidade.” (Desembargadora Albanira Bemerguy, ex-presidente do TJE/Pa)

Marchinha da Dilma

Do irreverente Zé Simão em sua coluna de hoje no jornal Diário do Pará:
"Já saiu a Marchinha da Dilma, pelo Bloco Pacotão de Brasília. E se intitula Perereca de Bigode: Éureka! Eureka! Quem já engoliu sapo, engole perereca. Vai dar bode! Vai dar bode! A Dilma não tem barba, mas pode ter bigode!"

Caso Maria do Carmo

Faltam apenas 25 dias para a realização da eleição suplementar em Santarém, marcada para 8 de março, porém, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ainda não liberou um centavo sequer da verba – aproximadamente R$-800 mil – solicitada pelo Tribunal Regional do Pará (TRE) para cobertura das despesas e, só o fará após a decisão final do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o “caso Maria do Carmo”.

Dito isso, vou meter a minha colher nessa panela de palpites e de opiniões de blogueiros, de jornalistas, de advogados, enfim, de “craques” da política santarena sobre esse novelesco caso: eu acho que o TRE/Pa mudará a data de 8 de março, acrescentando pelo menos mais 30 dias, tempo suficiente para o STF apreciar, votar e decidir assim: diplomem e empossem Maria do Carmo Martins Lima no cargo de prefeita de Santarém.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Lula diz que imprensa escreve só "verdades"

Menos de 24 horas depois de criticar a imprensa, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que não estava bravo nem mal-humorado. "Vocês não escreveram maldades nem bondades, mas verdades", afirmou ele hoje no Itamaraty.

Ontem, Lula demonstrou irritação com a imprensa na abertura do encontro nacional de prefeitos devido às reportagens sobre o pacote de bondades do governo para os municípios. "Ao ler os jornais fiquei triste porque estão abusando da minha inteligência porque ainda tem gente que pensa que o povo é marionete. Os jornais disseram que eu fazia o pacote de bondades. Como é fácil condenar as pessoas", afirmou Lula.
Ele disse ainda para os prefeitos que eles eram julgados pela imprensa mesmo antes de começar seus mandatos. "Não estão dando sequer uma oportunidade para vocês provarem que não são os ladrões porque deram a entender que vocês são. Não é possível que a gente tenha de se calar diante de tamanha ofensa." (Fonte: Folha Online)

Radicalismo, não!

Por: Ercio Bemerguy
É sabido que o fumo é realmente um vício prejudicial não só à saúde de quem o exercita, mas também atentatório ao direito alheio de não ser obrigado a respirar ar poluído com substâncias venenosas. Consequentemente, eu acho que todo e qualquer protesto, todo tipo de campanha de combate ao cigarro, indicando os malefícios que ele causa, é louvável, é imprescindível. Mesmo assim, considero que em todos os lugares deve ser reservado um espaço para os fumantes, exceto nas aeronaves, nos veículos de transporte coletivo, nos hospitais e nas igrejas.

Não é admissível, não é justo, adotar-se medidas extremamente radicais proibindo o fumo de forma generalizada, tratando o fumante como se ele fosse um delinqüente, um marginal, um perigo à sociedade.

É constrangedor a qualquer cidadão ser obrigado a ficar escondidinho nos corredores de um shopping center, por exemplo, para poder fumar um cigarrinho, apavorado, com medo de ser advertido pelos seguranças, como se não bastasse ser olhado com repugnância pelas pessoas que por ali transitam. Por outro lado, em evidente contraste a esse tipo de patrulhamento implacável, há pessoas, inclusive menores de idade, que não são impedidas de ingerir bebidas alcoólicas a qualquer hora, em qualquer lugar. Sem nenhuma intenção, sem nenhum propósito de fazer apologia ao fumo de qualquer espécie, esta é a minha opinião. E lembro: fumar faz mal à saúde!

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Clonando Pensamento

"Se o estado do Pará deseja romper com o isolamento fiscal que está vivendo, já é hora de levantar a bandeira de uma Área de Livre Comércio em território paraense, especialmente no oeste do Pará que sofre com a dificuldade de integração com os grandes centros consumidores do país e com a ameaça de devastação ambiental, que é fruto, em grande medida, da ausência do Poder Público na região". (Helenilson Pontes - advogado e tributarista)

Bela Terra

Por: Ercio Bemerguy
Estou planejando uma viagem a Belterra, para rever e abraçar o meu querido amigo de fé e irmão Edinaldo Mota, que agora é “ortoridade”, é vice-prefeito dessa aprazível e bela cidade.

Não esqueço da Belterra de outrora, habitada por gente trabalhadora, hospitaleira e amiga. Muitos belterrenses já se foram para a chamada “vida melhor”, mas todos eles permanecem vivos na minha memória e no meu coração, como os meus tios Ezequiel e Arnulfo, minha tia Berenice, meus primos Chico Boca Larga e a Bela, e tantas outras pessoas tão queridas.

O setor comercial da famosa “Terra das Seringueiras” atendia plenamente as necessidades da população, com destaque para a Casa Silva (do “Seu” Silva), Casas Pernambucanas (gerenciada pelo “Seu” Mota - pai do Edinaldo) e Casa Moraes (do “velho” Moraes). Não havia violência, todos eram pacatos e amigos, mas sempre estava vigilante, diuturnamente, o eficiente delegado “Seu” Feitosa, esposo da Dona Mundoca, que, na época de eleições em Santarém era bastante paparicada para trabalhar em favor de candidatos que disputavam cargos do Executivo e do Legislativo e, quando essa mulher guerreira encarava a missão, não tinha erro, era voto certo, e muitos.

Na praça Brasil funcionava a garapeira do meu “dindinho” Emanoel Macêdo, o ponto certo para se saber das novidades, das fofocas, enfim, de tudo que acontecia em Belterra. E o restaurante da estrada 1? Ali, jovens e velhos se confraternizavam, cervejando ou jogando partidas de sinuca - os “cobras” eram o Adilson Serrão e o Emanoel Mota, entre outros. E as festas dançantes nas sedes do União e do Belterra e nos barracões comunitários da estrada 8 e da Vila Bode? Não havia coisa melhor, com muita animação, birita e mulher bonita.

Aproveito este embalo saudosista para pedir ao meu dileto amigo, prefeito Geraldo Pastana, ao vice-prefeito Edinaldo Mota e aos ilustres vereadores belterrenses: cuidem bem dessa terra querida e do seu povo!

Ela voltará

Gozando uns poucos dias de férias, a desembargadora Albanira Bemerguy está inteiramente entregue à "netocracia" (expressão criada pelo estimado e talentoso jornalista Joaquim Antunes), dedicando total atenção e carinho aos seus queridos netos. Entretanto, quando retornar ao trabaho, será diferente o tratamento que ela dará a determinadas figurinhas integrantes da "pilantropia" - ladrões do dinheiro público e falsificadores de assinaturas de autoridades.

Deu no blog claudiohumberto.com.br

BB e Caixa: a rebelião dos juros
O Banco do Brasil e a Caixa não aceitarão passivamente a imposição de novos cortes nas taxas de juros de suas operações. Seus diretores acham que já operam “no limite” e novas imposições de corte pelo Banco Central e pelo presidente Lula, colocariam em risco sua saúde financeira. Sociedade de capital aberto, o BB tem contas a prestar aos acionistas. E a Caixa tem que remunerar os recursos do FGTS, dos quais é gestora.
Reeleição
Cinquenta dos 57 presidentes de subseções da OAB-RJ lançaram Wadih Damous à reeleição para presidente, em um novo período de três anos.
Colo de mãe
Em entrevista à revista Piauí, o deputado Clodovil Hernandes declarou apoiar a ministra Dilma Rousseff, em 2010: “o Brasil precisa de colo”, diz.
Agora é samba
O presidente Lula aceitou compartilhar o camarote do governador Sérgio Cabral no Sambódromo, no carnaval. Mas impôs como restrição que o espaço vip onde ficará não seja compartilhado com jornalistas. Dá azia.
Vic deverá assumir cargo de Edmar Moreira
O presidente do DEM, deputado Rodrigo Maia (RJ), confirmou ontem (9) o nome do deputado Vic Pires (DEM-GO) para o cargo de 2º vice-presidência da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados. A nova eleição acontecerá em decorrência da saída do deputado Edmar Moreira, que hoje será expulso do partido. A reunião da executiva do DEM está marcada para hoje à tarde. Para ser eleito 2º vice-presidente da Câmara é preciso ter a metade dos votos mais um dos deputados presentes. A sessão deve ser aberta com 257 deputados.
Charge: Néo

Amazônia secará, mas sobreviverá a aquecimento

A Amazônia pode estar menos vulnerável ao aquecimento global do que se temia, porque a maioria das projeções subestima o volume das chuvas, segundo um novo estudo divulgado ontem por cientistas da Grã-Bretanha. De acordo com eles, o Brasil e outros países da região têm de se empenhar para evitar um ressecamento irreversível do leste da Amazônia, a região mais ameaçada pela mudança climática, o desmatamento e as queimadas.

"O regime de chuvas no leste da Amazônia deve mudar durante o século 21 numa direção que favoreça mais florestas sazonais em vez de cerrados", escreveram os cientistas na edição desta semana da revista Proceedings, da Academia Nacional de Ciências dos EUA.

20 anos para prefeitos pagarem dívidas

O governo vai apresentar nesta terça, durante o Encontro Nacional com Novos Prefeitos e Prefeitas, em Brasília, um pacote de bondade para os eleitos no ano passado. Entre as medidas a serem anunciadas está a possibilidade de os prefeitos parcelarem em até 240 meses débitos com o INSS.

A medida, já adotada duas vezes nos últimos dez anos, vai beneficiar, inclusive, quem já tinha aderido ao pacto mas não pagou as parcelas. O governo estima que essa repactuação, como está sendo chamada pelo Palácio do Planalto, será de cerca de R$ 14,5 bilhões.

População carcerária cresce

A população carcerária brasileira cresceu 89%, entre os anos de 2000 e 2008, segundo relatório do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), divulgado em sua página na internet. De acordo com o documento, o total de presos provisórios ou de Justiça, confinados em estabelecimentos prisionais ou em delegacias policiais saltou de 232.755 para 440.013, nesse período.

O CNJ diz que os números refletem o movimento mundial conhecido como 'o grande encarceramento', mas que esse incremento expõe o Brasil, cada vez mais, às críticas da comunidade internacional, devido as mazelas que ocasiona. Para complicar ainda mais a situação, em pelo menos sete estados - entre eles o Pará - o número de presos provisórios supera o de condenados.

Segundo o CNJ, São Paulo, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Ceará e Pará (em oitavo lugar, com 4.288), Santa Catarina e Bahia são os estados com maior número de presos provisórios. A quantidade de detentos nessa situação só chega a superar os condenados nos estados de Pernambuco, Mato Grosso, Pará, Amazonas, Maranhão e Piauí. Os maiores déficits de vagas prisionais estão no Piauí (60%), Pará e Amazonas (ambos na faixa de 40%), Bahia, Rio de Janeiro e Tocantins (30%), Minas Gerais, Rio Grande do Norte e Maranhão (pouco mais de 20%).

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Leitorado - Prêmio ao calote

E-mail que nos foi enviado por N.D.Castro - Belém/Pa:
"Vivo modestamente e enfrentando dificuldades para sustentar a minha família com o dinheiro - dois salários mínimos - que recebo na condição de aposentado. Mesmo assim, durante o ano todo reservo mensalmente uma pequena quantia para pagar, no vencimento, o IPTU da minha casinha localizada em um dos bairros da periferia de Belém. Mas, este ano tomei uma decisão: não irei pagar o referido imposto. Aguardarei as benesses que o poder público municipal proporciona aos caloteiros. Explico: a Prefeitura de Belém não para de oferecer vantagens - descontos, anistias, parcelamentos sem juros, enfim, todo tipo de facilidades aos inadimplentes que durante anos e anos não pagam nenhum centavo dos valores devidos. Portanto, os meus míseros cruzadinhos economizados para pagamento em dia do IPTU, usarei para outra finalidade. Aguardarei para honrar esse compromisso na fila dos caloteiros. É ou não é melhor assim?

Leitorado

De Carlos Santiago - bairro São Braz/Belém:
"Ontem a galera do Clube do Remo provou que é alegre, é festeira. Comemora até empate contra um time pequeno - o finado Papão da Curuzu. Arriba Leããããããão!"

Pais e filhos

Garimpando os escritos (de 1966) do meu mano Emir, encontrei esta jóia, para reflexão:

“Ter filhos não significa apenas havê-los gerado, dar-lhes de comer e de vestir, matriculá-los em bons colégios, proporcionando-lhes todo o conforto material que o dinheiro pode comprar. Ter filhos é ainda muito mais que isso: é prestar-lhes a máxima assistência espiritual e moral, é ampará-los em todos os transes da vida e, sobretudo, formá-los para que não se deformem, para que não se transformem naquilo que não desejamos, ou seja, em cidadãos nocivos à sociedade.

Os métodos que os pais adotam para impor sua autoridade sobre os filhos, tem uma decisiva influência sobre a educação dos mesmos. Tanto erram aqueles que proporcionam liberdade total aos filhos, como aqueles que se transformam em tiranos dentro de casa, tal o rigor de seus sistemas educacionais. Assim, chega-se à conclusão de que o método ideal para se merecer o respeito e a confiança dos filhos, situa-se, como sempre, entre os dois extremos: nem a liberdade total, preconizada por certos educadores modernos, nem a tirania”, que ainda encontra tantos adeptos nos dias atuais.

Como pais, não podemos, comodamente, fugir às nossas responsabilidades, culpando os jovens por seus desregramentos. Antes de nos envergonharmos deles, lembremos que nossos filhos precisam, e muito, de ajuda, de amparo e de muito amor. Se nossos filhos vencem na vida, se brilham nos estudos ou na profissão, achamos que a nós eles devem as suas vitórias, a nós cabe a maior parte das glórias conquistadas. É justo, é humano agirmos assim. Entretanto, se os moços fracassam, se são delinqüentes, uns inúteis, uns derrotados, entendemos, quase sempre, que a culpa é somente deles, que nenhuma responsabilidade nos pode ser atribuída pelos seus insucessos. Não e não. Se participamos de seus triunfos, compartilhemos as suas derrotas que são nossas também e, doloroso é afirmar, quantas vezes não somos os únicos e exclusivos responsáveis por elas. Orgulhemo-nos das vitórias mas saibamos, também, responder pelos erros de nossos filhos, pois as suas glórias ou os seus fracassos são uma decorrência natural da formação que lhes demos.”

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Dia especial para Silvia e Paulo

Hoje, na capela do Colégio Santo Antônio, será realizado o casamento da Silvia Bentes de Souza e Paulo Lopes da Costa. Ela, filha do casal Luiz (Iolanda) Silva de Souza e ele, filho do casal Paulo (Maria Hélia) Roberto da Costa. Após a cerimônia religiosa, os noivos recepcionarão seus convidados na Casa Feliz Luzitânia.

Sintonia com Deus

Constantemente aumenta o número de igrejas de várias seitas religiosas em Belém e nas cidades do interior do Estado, todas elas freqüentadas por muita gente de todas as camadas sociais. Isso me faz concordar com quem disse que “orar em conjunto, em qualquer templo, em qualquer idioma, em qualquer rito, é a mais comovedora fraternidade de esperança, de crença, de fé e de amor a Deus”.

Uma excelente idéia

Ouvi de um conceituado advogado, bastante contrariado com os atuais critérios utilizados para o preenchimento de vagas ao desembargo e destinadas à OAB, esta sugestão: “O correto seria a OAB promover concurso do qual poderiam participar todos os profissionais legalmente inscritos na OAB/Pará, mediante a comprovação de efetivo exercício da profissão durante 10 anos ou mais. As provas seriam no estilo das que são formuladas nos concursos para Juiz de Direito. Os seis primeiros colocados constituiriam a lista sêxtupla para encaminhamento ao Tribunal de Justiça, e este a transformaria através de votação, em lista tríplice e, desta, o(a) governador(a) do Estado escolheria o nome do novo desembargador”.

Fácil, né?

Continuam sendo baixíssimas as notas nos testes de redação no Vestibular não só na UFPA e UEPA, mas também nas universidades particulares. Para melhorar seus desempenhos e reverter esses resultados desastrosos - para não dizer vergonhosos -, os jovens estudantes devem seguir a regra sugerida por Pablo Neruda: “Escrever é fácil. Você começa com uma letra maiúscula e termina com um potno final. No meio você coloca as idéias”.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Removendo o Passado, saudosamente...

PADRE MANUEL REBOUÇAS ALBUQUERQUE - Nasceu no município de Eirunepê, no Estado do Amazonas, no dia 16 de julho de 1907. Chegou a Santarém aos dois anos de idade. Quando tinha treze anos foi mandado para o seminário de Tefé, no Estado do Amazonas, onde estudou durante quatro anos. De Tefé foi para Portugal onde, no seminário de Braga, ingressou na Congregação do Espírito Santo. Fez seu noviciado na França e voltou a Portugal onde ordenou-se padre a 15 de setembro de 1935 na cidade de Viana do Castelo. Em 1936 voltou ao Brasil para dedicar-se ao trabalho religioso no interior do Amazonas, Acre e Pará.

Sua produção literária foi enorme, tendo publicado vários livros de poesia, em prosa, além de grande quantidade de escritos esparsos publicados no Brasil e em Portugal. Faleceu no dia 7 de janeiro de 1977, no Rio de Janeiro.

Com a palavra um ximango "boa gente":

De Onizes Araujo sobre a postagem Preservemos nossa identidade, nosso amor pela terra querida:
"Excelente, Ércio !Mesmo sendo ximango, como sabes, tenho por Santarém uma afeição que os anos só fizeram crescer e, por isso, comungo dessa mesma colocação que devemos preservar hábitos que marcam a vida de um povo para sempre.Viajo a Santarém, no mínimo, duas vezes por ano e não deixo de ir ao velho Mascote comer um pirarucu assado, Garapeira Ypiranga para um caldo de cana com pão doce e pedir a benção de Nossa Senhora da Conceição".

Clonando Pensamento

"No jogo Paysandu x Ananindeua, o árbitro saiu escoltado por uma ´tropa de choque`. No jogo Paysandu x Time Negra, o árbitro saiu escoltado por uma ´tropa de cheque`."
(Jornalista Hamilton Gualberto, ao comentar a atitude do Luiz Omar, presidente do Papão, no sentido de barrar os apitadores locais nos futuros jogos de seu clube)

Leitorado

Do santareno L. G - bairro de Fátima/Belém:
"Li agorinha na coluna do Bernardino, que a Heloísa Helena, a presidente do PSOL, vai a Santarém fazer caminhada em favor do candidato Márcio Pinto que disputa a eleição para prefeito pelo seu partido. O quê essa senhora entende ou conhece do povo, das coisas e das carências de Santarém? O quê ela fez em favor da região Oeste do Pará durante o seu mandato como senadora? Nada! Absolutamente nada! Então, Helô, não adianta ir à Pérola do Tapajós com aquele teu discurso ´engana trouxa`,estilo Lula, porque não acrescentará coisa alguma na campanha do Márcio. Pelo contrário, ele perderá votos de muitos petistas, pois certamente tú irás esculhambar (é dor-de-cotovelo) com o governo lulista."

Justiça laica

Na coluna do Ancelmo Gois:
O novo presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, desembargador Luiz Zveiter, mandou retirar crucifixos e imagens sacras das dependências coletivas do judiciário fluminense. Zveiter anunciou que vai criar um espaço mais amplo para a instalação de uma espécie de capela ecumênica. O desembargador lembra que a Justiça é laica: "Todos acham que fiz isso porque sou judeu. Mas sou espírita e quero criar um local maior, onde todos possam fazer suas orações.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Leitorado

De Laurimar S.V - bairro Reduto/Belém:
"Ouvi hoje em um programa de rádio mais uma lambança do presidente do Paysandu: "O Paysandu daqui pra frente só joga com árbitros e auxiliares de fora. Nós pagamos tudo! Não confio na arbitragem local." Tá tudo muito bom, tá tudo muito bem, mas eu pergunto: e se o time adversário quiser arbitragem local? Será que o Luiz Omar está pensando que pode tudo, que vai prevalecer o "EU QUERO ASSIM!" ? E quem garante que, se ele pagar os "de fora" eles atuarão com lisura? O que ele tem que fazer é melhorar o time que está uma m..."

Descanse em paz, Bruno!

Há sentimentos que não se manifestam por palavras, daí a dificuldade que tenho para externar melhor a minha tristeza e condolências aos pais - Nivaldo e Fernanda - e demais familiares do Lívio Brunni Salgueiro Pereira, ocorrida ontem em Santarém. Com este registro, renovo minha fé, almejando que esse jovem que conheci criança, esteja no reino de Deus.
Charge: Sponholz

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Novo presidente do TJE presidiu reunião do Pleno

O desembargador Rômulo Nunes presidiu pela primeira vez, na manhã desta quarta-feira, a sessão do Pleno depois de ter sido empossado na presidência do Tribunal de Justiça do Estado (TJE) para o Biênio 2009/2011.

Na sessão de hoje, os desembargadores confirmaram o nome do desembargador Ricardo Ferreira Nunes para compor a Corte Eleitoral como efetivo. Os membros do Pleno também declararam a vacância de cargo em decorrência da aposentadoria do desembargador Eronides Souza Primo.

O capitalismo e os quatro patetas

De Demóstenes Torres, procurador de Justiça e Senador (DEM/GO):
O Fórum Social Mundial terminou da melhor maneira possível. Tudo muito equatorial, integrado à mata, e nenhuma deliberação. Veja que espetáculo: os organizadores do encontro decidiram por não concluir coisa alguma depois de centenas de Tendas Temáticas que trataram de mais de dois mil assuntos. Nenhuma palavra formal nem sobre as alternativas à crise financeira global, ainda que o tom de todas as reuniões, celebrações e plenárias fosse o de que do lamaçal do Acampamento da Juventude em Belém surgiria a era do pós-neoliberalismo.

Bravateiro, o pessoal entre instrutivas palestras, lançou um No Pasaran! aos abutres capitalistas, enquanto os quatro patetas – Hugo Chávez, Evo Morales, Rafael Correa e Fernando Lugo – decretaram o próprio fim da economia de mercado e a exatidão histórica dos princípios fundamentais do socialismo bolivariano. O presidente Lula deve agradecer muito ao João Pedro Stédile por não tê-lo convidado para o encontro dos “líderes latino-americanos” no Fórum paralelo do MST. Foi poupado de participar de Karaokê coletivo em homenagem a Che Guevara.

O presidente não precisava mesmo fazer muito discurso para agradar o eleitorado revolucionário dos cinco continentes, pois entrou com o principal e literalmente, com a participação minoritária de Chávez, comprou o Fórum. Nestes tempos de crise, investiu algo próximo de R$ 85 milhões para que os mais de cem mil participantes protestassem de forma sustentável sob a orientação de ONGs já regiamente abastecidas com recursos do Orçamento da União. O pouco que o presidente falou foi o suficiente para granjear simpatia ao bombardear o Consenso de Washington.

Um despautério agradável para ninar os festivos participantes. O presidente pode até não gostar da Lei de Responsabilidade Fiscal, entender que é possível administrar em desrespeito à qualidade de gestão e imaginar que o normal é o Estado ser um gastador desbragado. Agora teve que admitir, até por ser o patrono do encontro, que o Brasil deve a prosperidade dos últimos anos ao pouco do que se praticou de boa-governança. Se não tivéssemos seguido o que determinou o FMI certamente não teríamos nos livrado sequer da inflação e poderíamos estar entre os bolivarianos, com a democracia comprometida.

Se há fórmula válida para administrar a crise ela está contida em tudo o que o presidente Lula condena: ajuste fiscal, contenção de gasto e gestão de resultados. Isso vale para administradores e administrados. Empresas e trabalhadores. O presidente sabe tudo de marola e por isso deve ser interpretado literalmente ao contrário durante a crise. Se ele recomenda gastar, é hora de apertar mais o cinto. Se ele disser que você deve comprar uma geladeira, nem passe na porta da loja. O capitalismo não acabou como querem os quatro patetas, apenas passará a ser praticado com mais responsabilidade, coisa que o lulismo tem verdadeiro asco.

Leitorado

E-mail de S.N - Belém:
"Eu li hoje no Repórter 70 (O Liberal) que a Maria do Carmo, caso não reassuma (coitada, é sonho, é ilusão...) o cargo de prefeita de Santarém, será secretária no governo de Ana Júlia. Inclusive a nota esclarece que a governadora já lhe fez formalmente o convite e Maria aceitou.Faltou o informante acrescentar que, para ser secretária, a convidada terá que pedir o boné do Ministério Público do Pará, onde exerce o cargo de Promotora. Se não fizer assim, a ex-prefeita mais uma vez demonstrará que adora desobedecer a lei para depois pousar de vítima, chorando, chorando..."

No blog da Franssinete Florenzano:

>De olho
A governadora Ana Júlia Carepa será entrevistada no Bom Dia Pará, amanhã, na TV Liberal. Promete novidades.

Walbert retorna ao TJE

O Diário da Justiça de hoje publica ato do presidente Rômulo Nunes, nomeando o jornalista Walbert Monteiro para o comando do departamento de comunicação social do Tribunal de Justiça do Pará, substituindo o Rui Bastos que foi exonerado.

Leitorado

De Anônimo - bairro do Santíssimo/Santarém:
"Ninguém ignora em Santarém que o José Maria Tapajós (PMDB) almejava ser o vice na chapa da Maria do Carmo, que venceu (mas não levou...) as eleições realizadas em outubro do ano passado. Sua pretensão foi detonada pelo deputado Antônio Rocha, presidente do diretório municipal do PMDB que, praticando a sua conhecida e desmedida ambição à base do ´Mateus, primeiro os teus`, emplacou o nome do filho dele - José Antônio Rocha.

Para a disputa da eleição suplementar do dia 8 de março, o José Maria Tapajós esboçou explicita vontade de ser ele o cabeça de chapa pelo PMDB, porém, mais uma vez o Antônio Rocha o colocou pra escanteio e empurrou goela abaixo dos peemedebistas o seu filho José Antônio como candidato a prefeito, tendo Milton Peloso (PT) como vice.

Eu pergunto: não está na hora do Tapajós dar o troco? Não digo que deveria apoiar o Alexandre Von, mas, pelo menos, como atual ocupante do cargo de prefeito - que tem um peso considerável no embate eleitoral - ficar alheio à candidatura do José Antônio e deixar o Antônio Rocha se virar sozinho para conquistar os votos necessários para elegê-lo. É a minha opinião! E tomara que a do José Maria seja a mesma".

Ô coisa boa! E quem paga é o povo

Um ato conjunto da Mesa do Congresso de 2003, que prevê o pagamento de um salário extra a deputados e senadores no início e outro no final de cada sessão legislativa, garantiu a seis deputados que se licenciaram para exercer funções de secretário de estado e reassumiram para votar na escolha do presidente da Casa um salário extra de R$16.512,09 pela passagem relâmpago pela Câmara.

Os deputados alegaram que não sabiam dessa vantagem e alguns tentaram devolver, mas isso não é possível. A opção de alguns, segundo declararam, é doar o dinheiro.

Passada a eleição, retornaram aos estados os deputados Cassio Taniguchi (DEM), secretário de Desenvolvimento Urbano do Distrito Federal; Alberto Fraga (DEM), secretário de Transportes (DF); Jorge Bittar (PT), secretário municipal de Habitação do Rio; e Osmar Terra (PMDB), secretário estadual de Saúde do Rio Grande do Sul. Os deputados Bispo Rodovalho (DEM), secretário de Trabalho (DF) e Walter Feldman (PSDB), secretário de Esportes de São Paulo, ficam uns dias a mais na Câmara.

Gel para evitar risco da AIDS por sexo anal

O Ministério da Saúde adquiriu no final do ano passado 15 milhões de sachês de gel lubrificante. O produto é indicado para ser usado nas relações anais por grupos mais vulneráveis à infecções de HIV, como homossexuais, travestis e profissionais do sexo. O lote foi comprado por R$ 1,160 milhão, segundo revela matéria de Evandro Éboli publicada na edição desta quarta-feira do jornal O Globo.

Notícias populares

Está na página 252 da mensagem que Lula enviou anteontem ao Congresso Nacional: entre as "principais ações" na área de comunicação, o governo pretende produzir neste ano uma coluna denominada "O Presidente Responde", para distribuição aos chamados jornais populares, que respondem por cerca de 50% da circulação média dos maiores diários do país.

Além disso, a mensagem diz que haverá "produção de entrevistas gravadas do presidente para divulgação nas rádios regionais antes das viagens presidenciais". A intenção é anunciada no ano que antecede as eleições presidenciais, um dia antes da divulgação de mais um recorde de popularidade de Lula -e pouco mais de 12 meses após a entrada no ar da TV Brasil. (Fonte: Folha de S.Paulo)

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Escolhidos novos membros da Mesa Diretora do Senado

O Plenário concluiu há pouco a eleição dos membros da Mesa Diretora da Casa para os cargos em que havia consenso. A 1ª vice-presidência será ocupada pelo senador Marconi Perillo (PSDB-GO). A senadora Serys Slhessarenko (PT-MT) foi empossada na 2ª vice-presidência. Por sua vez, o senador Heráclito Fortes (DEM-PI) vai ocupar a 1ª Secretaria, enquanto a 2ª Secretaria será ocupada pelo senador João Vicente Claudino (PTB-PI) e a 3ª Secretaria

Serra e Aécio caem em simulação de 1° turno. Dilma sobe

O Instituto Sensus fez várias simulações de uma eventual eleição em primeiro turno para a sucessão de Lula.
Quando o confronto é entre José Serra, Dilma Rousseff e Heloísa Helena dá o seguinte:
* Serra - 42,8% (tinha 46,5% em dezembro);
* Dilma - 13,5% (tinha 10,4% em dezembro);
* Heloísa - 11,2% (tinha 12,5% em dezembro)
Quando o confronto é entre Aécio Neves, Dilma e Heloísa Helena dá:
* Aécio - 23,3%% (tinha 25,3%% em dezembro);
* Dilma - 16,4% (tinha 12,9% em dezembro);
* Heloísa Helena - 18,2% (tinha 19,1% em dezembro)
Quando o confronto é entre Serra, Heloísa e Patrus Ananias, dá:
* Serra - 46,6% (tinha 47,3% em dezembro);
* Heloísa - 12,5% (tinha 13,5% em dezembro);
* Patrus - 18,4% (tinha 18,8% em dezembro)
Quando o confronto é entre Serra, Ciro e Heloísa, dá:
* Serra - 41,9% (tinha 44% em dezembro);
* Ciro - 10,6% (tinha 10,1% em dezembro);
* Heloísa - 13,8% (tinha 14,6% em dezembro).
Quando o confronto é entre Aécio, Heloísa e Ciro, dá:
* Aécio - 21,9% (tinha 24,3% em dezembro);
* Heloísa - 18,9% (tinha 19,2% em dezembro);
* Ciro - 16,1% (tinha 25% em dezembro)
Quando o confronto é entre Serra, Heloísa e Marta Suplicy, dá:
* Serra - 44,2% (tinha 45,8% em dezembro);
* Heloísa - 13,8% (tinha 13,7% em dezembro);
* Marta - 7,5% (tinha 8,6% em dezembro)
Quando o confronto é entre Aécio, Heloísa e Marta, dá:
* Aécio - 24,5% (tinha 25,1% em dezembro);
* Heloísa - 22,6% (tinha 21,8% em dezembro);
* Marta - 9,2% (tinha 10,2% em dezembro)
A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Roberto Freire recebe jetons da Prefeitura de SP

(Do blog do ex-ministro José Dirceu):
Vive no Recife a bem mais de mil kms da capital paulista, sempre morou lá a vida inteira, salvo os períodos em que esteve no exílio ou cumpriu mandatos em Brasília, mas recebe gordos jetons da Prefeitura de São Paulo...

É Roberto Freire, figura de proa do velho "Partidão", presidente nacional do PPS, e que posa e gosta de se apresentar como um dos "paladinos" da moralidade em nosso país. Recebe jetons no valor de R$ 12 mil mensais da prefeitura de São Paulo, pela participação em dois conselhos da Prefeitura paulistana – da Empresa Municipal de Urbanização (EMURB) e da SPTurismo.

A "boquinha" é a chamada "pena de aluguel" - conselheiro assina atas de reuniões a que não comparece - com a agravante de que é empunhada por um integrante da turma do falso moralismo, da turma gigolô da ética alheia.

Deu no Jornal da Tarde (reportagem publicada dia 26 pp) de autoria do jornalista Fábio Leite. Roberto Freire, segundo a reportagem do JT, é uma das 58 pessoas beneficiadas por uma política iniciada em 2005 na Prefeitura pelo então prefeito tucano José Serra.

Carta para Ronaldo

(De Humberto Peron - colaborador da Folha Online)
"Caro Ronaldo, seu ego deve ter ficado inflado com as demonstrações de carinho que recebeu desde que foi contratado pelo Corinthians. Você comprovou que mesmo afastado há muito tempo dos gramados, ainda tem enorme prestígio tanto na mídia, quanto com os torcedores.

Mas, Ronaldo, se eu pudesse te dar um conselho não hesitaria em dizer que a melhor coisa que você tem a fazer neste momento é encerrar a sua carreira como atleta profissional. Você (e quem está lendo este texto) deve estar me taxando de louco e perguntando: "Como esse cara que eu não conheço pode me dizer isso? Eu só tenho 32 anos e estou praticamente recuperado de mais uma contusão."

Eu acho que chegou a hora de você viver a sua vida tranquilamente. Ronaldo, você pode não perceber, mas sua carreira profissional já tem 15 anos. Durante este período você abriu mão de muitas coisas para ter uma carreira brilhante. Até seu corte de cabelo, muitas vezes, você não podia escolher. Por isso é compreensível que agora você desfrute tudo que ganhou.

Como jogador profissional, não se admite que você vá a uma casa noturna e saia com o raiar do sol. Mas como ex-atleta você vai poder sair sem que ninguém fique te policiando, ou procurando tirar fotos e invadindo sua privacidade. Ninguém vai querer saber o que você bebeu durante a noite, se você fumou um cigarro atrás do outro, ou o que conversou com o seu sogro ou disse ao pé do ouvido de uma possível conquista na noite. Você vai ter a liberdade que não teve em todos os anos de sua carreira.

Você não deve se esquecer que não tem mais nada para conquistar nos gramados. Você já foi eleito três vezes como o melhor jogador do planeta, é o recordista de gols em Copas do Mundo - recorde que vai demorar muito para ser batido -, foi artilheiro de um Mundial, já venceu duas Copas do Mundo, sendo que em uma delas, a de 2002, foi o goleador máximo da competição com a honra de marcar dois gols na final.
Voltando a jogar agora, o que pode almejar? Ganhar uma Copa do Brasil? Ser artilheiro do Campeonato Brasileiro? O que você tem como objetivo para os próximos anos de sua carreira é muito pouco para o que já conseguiu na sua vitoriosa carreira.

Tudo bem que você tem um histórico maravilhoso de voltas por cima depois de contusões, mas você sabe que, com o passar do tempo, ficam cada vez mais difíceis as recuperações, principalmente para voltar ao peso ideal. Você sabe que agora não terá condições de dar aquelas arrancadas e jogar todas as partidas do seu time no ano. O problema é que as pessoas não vão se lembrar desses detalhes e vão cobrar o mesmo desempenho que você tinha no seu início de carreira e os seus melhores momentos no Barcelona.

É lógico que você sempre vai gostar de jogar futebol, isso é a sua vida, mas parece que não percebeu o quanto não é mais tão prazeroso ser profissional. Mesmo antes da sua última contusão, com a camisa do Milan, você não exibia mais a alegria dos tempos de menino comentando um gol. Para não dizer que a euforia era de um juvenil, na já citada Copa de 2002, percebia-se a sua vontade de jogar futebol e não apenas a de cumprir a rotina de entrar no gramado por causa de contratos. Mesmo na sua badalada transferência para o Corinthians, parece que o clube confia muito mais na sua capacidade de gerir receitas do que no futebol a ser apresentado.

Por fim, se parar de ser jogador, você vai se livrar de um monte de oportunistas que vivem às suas custas. Sem citar aqueles, que como eu, tentam interferir na sua vida sem lhe conhecer. Ronaldo, pare e vá curtir a liberdade que você merece por tudo que fez na sua carreira. Pois você já tem marcado seu nome na história do futebol".

No Pará IBAMA aplica mais de R$-1,5 milhão de multas

Em janeiro de 2009, a Superintendência do Ibama (Instituto Nacional do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) no Pará aplicou mais de R$ 1,5 milhão em multas. Foram mais de 112 autos de infração lavrados e 7,5 toneladas de peixes e palmitos apreendidos e doados a entidades beneficentes de Belém.

De acordo com o instituto, houve apreensão, captura ou doação voluntária ao Ibama de cerca de 50 animais, entre aves, repteis e mamíferos, na região metropolitana de Belém; e a apreensão de 2.000 unidades de caranguejos durante o período de defeso - em que a pesca é proibida. (Fonte: Folha Online)

Elegância de pobre

Gente rica, gente bacana, vive fazendo dieta, vive caminhando, vive malhando intensamente nas academias de ginástica para emagrecer, para ficar elegantérrima. Gente pobre não precisa disso, é magra por força da dieta da miséria.

Extinção da raça

Li, em um livrinho, desses da literatura de cordel, um poeta popular propondo o seguinte: “Castre-se todo político/ Do fortão ao mais raquítico/ que nenhum fique de fora!/ E, se não houver melhora/ do quadro de indecência,/ com um pouco de paciência,/ o mal será debelado,/ pois esse traste capado/ não terá mais descendência.

Cosanpa e Banpará salvos da privatização e venda

A Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) não será privatizada e o Banco do Estado do Pará não será vendido ao Banco do Brasil. Foi o que afirmou, ontem, a governadora Ana Júlia Carepa em entrevista concedida ao jornalista Mauro Bonna em seu programa Argumento (RBA).

No blog claudiohumberto.com.br

...e a conta é nossa
Os fatos no Fórum Social Mundial em Belém (FSM) já o credenciam a mudar de denominação: Farra com Maconha e Sacanagem.
Cutucada
Em seu discurso, na Câmara, o presidente Michel Temer fez o que seu antecessor Arlindo Chinaglia nunca fez: foi simpático. “A imprensa é irmã siamesa do Legislativo”, disse, em defesa da liberdade de imprensa.

Arraial da festa de Nazaré será extinto

Quem gosta de dar uma volta na Roda Gigante deve aproveitar o Centro Ita de Diversões no segundo semestre. O parque, que é montado no terreno ao lado da Basílica de Nazaré no período de festividades do Círio, vem a Belém pela última vez em 2009. A decisão é da Diretoria da Festa de Nazaré e foi confirmada pelo presidente, César Neves, que ainda revelou outras ações e medidas que serão tomadas ainda neste ano com o objetivo de impulsionar uma das maiores festas religiosas de todo o mundo em termos de evangelização, cultura e turismo.

A idéia pode surpreender aos mais conservadores, mas não a César, que justificou o veredicto. 'Não vejo motivo para insatisfação, mesmo partindo dos admiradores mais tradicionais da festa. Aposto que nenhum dos moradores da área vai reclamar. O parque gera muito barulho e muita confusão, além de atrair muita gente pra um espaço que não é adequado para receber um número alto de pessoas. Não se trata de separar o sagrado do profano. Estamos apenas querendo deixar o Círio mais tranquilo para romeiros, peregrinos, turistas e até mesmo para os habitantes da cidade. Ainda não temos nada planejado, mas pensamos em erguer uma espécie de complexo de entretenimento na área', revelou.

As opiniões sobre a decisão diferem bastante. Cláudio Valente, que se declara um defensor das tradições do Círio, lamentou a decisão. 'Acho uma pena que terminem o ciclo do Ita em Belém. Quando montado, o parque trazia muita alegria e diversão para todo mundo, principalmente quem veio do interior do Estado para participar dos festejos. Acho que a movimentação não chega a ser um grande problema, uma vez que é um lugar que traz sentimentos muito positivos, o que condiz com a energia da festa', comentou.

A administradora de empresas e moradora dos arredores da Basílica, Cássia Brito, acha que os tempos já são outros. 'A memória que temos do parque de diversões é distante, inocente. Hoje em dia, ele foi transformado em um lugar onde as pessoas bebem e adolescentes gazetam aula. Nos dias de pico, o espaço causa um grande transtorno para os moradores da área. O Ita perdeu o papel romântico do seu passado, o que não deixa de ser um sinal do avanço dos tempos', opinou.

O presidente da Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel), Raimundo Pinheiro, disse que separar o arraial do Círio é como 'arrancar a página da história'. 'É como se tivessem tirando o próprio círio das pessoas, a própria corda. Porque depois de caminhar, é natural que à tarde, à noite, as pessoas peguem as famílias e se desloquem para lá. No momento em que se tira o arraial, não se tem o Círio completo', justificou.

Além da construção do complexo de entretenimento, a Diretoria da Festa de Nazaré tem outros projetos. O primeiro deles, já posto em prática, é uma nova réplica da imagem de Nossa Senhora de Nazaré, feita por um artesão de Vigia, que ficará o ano inteiro exposta no altar da Praça Santuário sob uma proteção de vidros blindados. É a terceira imagem da Santa, além da chamada peregrina, que acompanha as procissões a cada ano e a original, que fica no Altar da Glória. Também está sendo planejada uma grande campanha publicitária que tem o objetivo de impulsionar a divulgação do Círio, em nível nacional e internacional. (Fonte: AMAZÔNIA)

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Posse dos novos dirigentes do TJE será hoje

Rômulo Ferreira Nunes
Raimunda do Carmo Gomes Noronha
Maria Rita Xavier
Eliana Rita Abufaiad
O desembargador Rômulo José Ferreira Nunes será empossado na presidência do Tribunal de Justiça do Estado para o próximo Biênio, que começa nesta segunda, 2 de fevereiro, às 17h30, no prédio sede do TJE. Também as desembargadoras Raimunda do Carmo Gomes Noronha, eleita vice - presidente; Eliana Rita Abufaiad, eleita Corregedora de Justiça da Região Metropolitana de Belém; e Maria Rita Xavier, eleita Corregedora de Justiça das Comarcas do Interior. Também serão empossadas as desembargadoras Carmecin Marques Cavalcante, Therezinha Martins da Fonseca, Maria de Nazaré Silva Gouveia dos Santos e Dahil Paraense de Souza serão empossadas para o Conselho da Magistratura.

Vão compor a mesa durante a solenidade de posse, a desembargadora Albanira Bemerguy, atual presidente do TJE; a governadora do Pará, Ana Júlia Carepa; o presidente da Assembléia Legislativa do Estado, deputado estadual Domingos Juvenil; o desembargador Rômulo Nunes, atual vice-presidente do TJE; o prefeito de Belém, Duciomar Costa; o arcebispo metropolitano de Belém, Dom João Orani Tempesta; e o presidente da Associação dos Magistrados do Pará, juiz Paulo Roberto Ferreira Vieira.

A cerimônia começará com a apresentação Hino do Pará, interpretado pela soprano Luciana Tavares, acompanhada da pianista Ana Maria Adade. Em seguida, a desembargadora Albanira Bemerguy fará seu pronunciamento e, logo após, o desembargador Rômulo Nunes fará seu juramento diante do Tribunal. A solenidade continuará com a declaração de investidura no cargo de presidente e a leitura e assinatura do termo de posse. O mesmo procedimento será repetido pelos desembargadores que assumirão os outros cargos diretivos. A sessão solene se encerra com a palavra do presidente empossado e com a execução do Hino Nacional. Os convidados participarão ainda de um coquetel.


Sarney novamente preside o Senado

Há pouco, José Sarney (PMDB) foi eleito, pela terceira vez, presidente do Senado, derrotando o petista Tião Viana pelo escore de 49 x 32 votos.

O senador José Sarney de Araújo Costa, 78, ocupou seu primeiro cargo político há mais de 50 anos, como deputado. Desde então, alternou mandatos no Legislativo e no Executivo. Neste ano, volta à presidência do Senado, cargo que já exerceu por duas vezes - de 1995 a 1997 e de 2003 a 2005.

Filho de Sarney de Araújo Costa e Kiola Ferreira de Araújo Costa, é bacharel em Direito pela Faculdade de Direito do Maranhão. Integrou a UDN (União Democrática Nacional), partido que fazia oposição ao governo de Getúlio Vargas. Também foi líder do governo Jânio Quadros na Câmara e presidiu a Arena e o PDS (Partido Democrático Social) durante o regime militar antes de integrar o PMDB.

Em 1965, elegeu-se ao governo do Maranhão com o apoio do presidente Castelo Branco. Em 1971, entrou no Senado e saiu em 1985 para ser vice de Tancredo Neves.

Com a morte de Tancredo antes da posse, foi Sarney o primeiro presidente do país após a ditadura (1964-1985). Foi sob seu governo que a Assembleia Constituinte aprovou, em 1988, a atual Constituição. Após deixar a Presidência, Sarney voltou ao Senado, agora eleito (e reeleito duas vezes) pelo PMDB do Amapá.

No Congresso, é considerado um estrategista. Sarney tem bom trânsito dentro do Palácio do Planalto. Além de ser amigo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Sarney já declarou preferência pela ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) na sucessão presidencial de 2010.

Leitorado

De D.M.Lima - bairro de Aparecida/Santarém:
"O Juvêncio Arruda tem razão: realmente, a situação do PMDB e PT é complicadíssima e, provavelmente, a prefeitura de Santarém voltará às mãos do grupo político comandado pelo Lira Maia que é, queiram ou não, o principal ´dindinho`e articulador da candidatura do Alexandre Von, reforçada - e bote reforço nisso - pelo seu parceiro de chapa, o médico Nélio Aguiar, pessoa reconhecidamente muito admirada e querida em todas as camadas sociais da cidade, notadamente junto à colônia nordestina, numerosa e influente políticamente.

A intransigência - pra não dizer burrice - do deputado Antônio Rocha, sepultou as esperanças dos petistas de formar uma chapa mais competitiva e ao gosto da Maria do Carmo, tendo na cabeça o José Maria Tapajós ou até mesmo o Helenilson Pontes. À base do ´eu quero assim!`, Rocha não abriu mão de jeito nenhum de impor o seu nome como candidato a prefeito pelo PMDB. Só voltou atrás tardiamente, quando sentiu que não seria apoiado integralmente pelo PT e por uma grande parte dos filiados e simpatizantes do seu próprio partido. Resolveu, então, acatar a sugestão do ex-deputado Priante e, então, o seu filho José Antônio foi o escolhido para perder, não resta a menor dúvida.

Cobra criada, o Lira Maia foi mais flexível, não tentou forçar a barra no sentido de que um filiado do DEM fosse o vice na chapa do Von. Pelo contrário, armou a arapuca sigilosamente e foi pro abraço com Von e Nélio, com os aplausos da galera na concorrida convenção do PSDB/DEM ocorrrida ontem.

E a próxima surpresa, nos próximos 15 dias, será a adesão do Osmando Figueiredo (PDT) à dobradinha Von/Nélio, pois ele é vivo, não joga pra perder, não embarca em canoa furada (Zé Antônio x Peloso)."

Deu no blog do Juvêncio Arruda:

Nas Mãos das Marias
"Conversei agora há pouco com o diretor de um instituto de pesquisas acostumado com a praça de Santarém. O coreto balançou com a adesão do vereador Nélio Aguiar(PMN) à candidatura do tucano Alexandre Von, garante o pesquisador. Junto com Nélio veio o PPS, ambos com Maria do Carmo (PT) nas eleições de outubro de 2008.A adesão repercutiu em São Paulo, onde o vice governador Odair Correa (PDT) se encontra em tratamento de sáude. Cada vez menos a vontade no brizolismo local, Odair se inclina fortemente para apoiar Von, por causa de Nélio Aguiar.Parte do PMDB também desembarcará na campanha de Alexandre.

Helenilson Pontes articula sua volta ao PPS, desiludido com o canto que lhe teria aplicado a sereia sobrancelhuda.O clima nas hostes petistas e peemedebistas não é dos melhores. O cacique local do PMDB, deputado Antonio Rocha, já percebeu que levou um drible da vaca de seus aliados e de alguns amigos. Mas o filho José Antonio é o candidato da coalizão estadual, e vai precisar muito de duas Marias pra vencer as eleições. A do Carmo está lá, mas a de Nazaré..."

No blog claudiohumberto.com.br

Efeméride
Este dia 2 de fevereiro, no Congresso Nacional, será o Dia da Coceira. Já que para trair e coçar, é só começar.
Liberdade quase zero
Ainda é precária a liberdade de imprensa no Brasil: relatório da organização não-governamental Repórteres sem Fronteiras coloca o país na 80ª colocação entre os 173 países pesquisados.
Charge: Sponholz


Clonando Pensamento

"Lula/ seu pamonha/larga a cachaça e vai fumar uma maconha".
"Maconheiro/Unido/É gente pra caralho".
(Palavras de ordem dos participantes da Marcha da Maconha no Fórum Social Mundial, em Belém)

domingo, 1 de fevereiro de 2009

Rodovia Santarém/Cuiabá é exemplo de atraso dos projetos do PAC

O ritmo de execução do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), principal bandeira do governo para aliviar os efeitos da crise mundial na economia brasileira, está longe de atender as carências do País. Levantamento feito pelo Estado, com 75 projetos de logística (portos, ferrovias, rodovias e aeroportos), energia (energia elétrica, transmissão e gás natural) e transporte urbano, mostra que 62% dos empreendimentos estão com o cronograma atrasado.
A pesquisa acompanhou apenas obras que constavam do terceiro balanço do PAC, até janeiro de 2008, e do último, até setembro. De acordo com a amostra analisada, os obstáculos ao avanço do programa, que completou dois anos em janeiro, variam de entraves burocráticos, ambientais, ideológicos a questões financeiras.

Entre as rodovias, um exemplo é a BR-163, que prevê a pavimentação de 1.000 km entre Guarantã do Norte (MT) até Santarém (PA). No trecho 1, por exemplo, que vai de Rurópolis a Santarém, a expectativa era terminar 20 km de terraplenagem e execução de 15 km de pavimentação até 31 de janeiro de 2008. Em setembro, a obra havia avançado só 11 km de terraplenagem e 10 de pavimentação. Neste caso, a lentidão é decorrente de atraso nos projetos executivos e de licenças ambientais. (Fonte: O Estado de S.Paulo)

Clonando Pensamento

"O Sarney não nasceu com aquilo virado pra Lua, ele nasceu com a Lua naquele lugar. Onde ele entra dá tudo certo pra ele.” (Senador Pedro Simon -PMDB-RS)