Fale com este blog

E-mail: ercio.remista@hotmail.com
Celular: (91) 8136-7941
Para ler postagens mais antigas, escolha e clique em um dos marcadores relacionados ao lado direito desta página. Exemplo: clique em Santarém e aparecerão todas as postagens referentes à terra querida. Para fazer comentários, eis o modo mais fácil: no rodapé da postagem clique em "comentários". Na caixinha "Comentar como" escolha uma das opções. Escreva o seu comentário e clique em "Postar comentário".

domingo, 5 de março de 2017

BR 163: O país dos maus caminhos

Editorial - Estadão
No Brasil é muito mais fácil produzir uma supersafra do que levá-la aos mercados. Recordes de produção foram batidos muitas vezes no último quarto de século, e isso se repete, agora, com a perspectiva de colheita de 219,14 milhões de toneladas de grãos na temporada 2016-2017. Mas a supersafra pode ir para o ralo, adverte o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, por causa do estado lamentável das estradas. Num país dependente de rodovias para a maior parte do transporte de produtos, a malha rodoviária, além de insuficiente, é muito mal conservada. Nem se investe para ampliá-la nem se faz o necessário para mantê-la em condições aceitáveis de uso. Ao alertar para o risco de novas perdas, o ministro apontou especialmente os problemas de tráfego na parte sem pavimentação da BR-163. Essa estrada federal é a mais importante ligação entre a zona produtora de grãos de Mato Grosso e os portos do Norte do Brasil. A chuva tornou intransitável um trecho normalmente ruim, mas isso é só um exemplo de uma enorme coleção de problemas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário