Fale com este blog

E-mail: ercio.remista@hotmail.com
Celular: (91) 8136-7941
Para ler postagens mais antigas, escolha e clique em um dos marcadores relacionados ao lado direito desta página. Exemplo: clique em Santarém e aparecerão todas as postagens referentes à terra querida. Para fazer comentários, eis o modo mais fácil: no rodapé da postagem clique em "comentários". Na caixinha "Comentar como" escolha uma das opções. Escreva o seu comentário e clique em "Postar comentário".

sexta-feira, 3 de março de 2017

Papa Francisco exalta 'beleza' do Brasil, mas cobra proteção ambiental

O papa Francisco enviou quarta-feira (1º) uma mensagem para a campanha da Fraternidade promovida pela Igreja Católica no Brasil, que em 2017 tem como lema "Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida".

Em seu texto, o Pontífice afirma que o "Criador" foi "pródigo" com o Brasil, concedendo ao país uma diversidade de ecossistemas de "extraordinária beleza", mas destaca que existem sinais de "agressões à criação e de deterioração da natureza".

"Não podemos não considerar os efeitos da degradação ambiental, do atual modelo de desenvolvimento e da cultura do descarte, que se abatem sobre a vida das pessoas. Essa campanha nos convida a contemplar, admirar, agradecer e respeitar a diversidade da natureza que se manifesta nos vários ecossistemas do Brasil - um verdadeiro presente de deus", escreveu o Papa.

De acordo com Francisco, esse é um dos "maiores desafios em todas as partes da Terra", já que a degradação ambiental é frequentemente acompanhada pela "injustiça social". Na mensagem, Francisco ainda cita os povos indígenas, que são "um claro exemplo" de como a convivência com a natureza pode ser "respeitosa, fértil e misericordiosa".

"É necessário conhecer e aprender com esses povos o seu modo de se relacionar com a natureza. Assim, será possível encontrar um modelo sustentável que possa ser uma alternativa válida ao desejo desenfreado por lucro que esgota os recursos naturais e danifica a dignidade dos povos", concluiu o líder da Igreja Católica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário