Fale com este blog

E-mail: ercio.remista@hotmail.com
Celular: (91) 8136-7941
Para ler postagens mais antigas, escolha e clique em um dos marcadores relacionados ao lado direito desta página. Exemplo: clique em Santarém e aparecerão todas as postagens referentes à terra querida. Para fazer comentários, eis o modo mais fácil: no rodapé da postagem clique em "comentários". Na caixinha "Comentar como" escolha uma das opções. Escreva o seu comentário e clique em "Postar comentário".

sábado, 20 de maio de 2017

JBS pagou propina para Jader Barbalho, diz delator

No site "O Antagonista"
Ricardo Saud, diretor de relações institucionais da JBS, contou em sua delação que a JBS comprou cinco senadores em 2014, a pedido de Guido Mantega, para garantir o apoio do PMDB à reeleição de Dilma.

Segundo Saud, o acerto foi feito na casa de Renan. Ao todo, a JBS pagou R$ 43 milhões. Renan Calheiros ficou com a maior parte (R$ 9,3 milhões) e Valdir Raupp (R$ 4 milhões) com a menor. Eduardo Braga, Jader Barbalho e Eunício Oliveira levaram R$ 6 milhões cada.

O executivo contou sobre os pagamentos a Michel Temer, que, apavorado com a perda de apoio, reassumiu o comando do PMDB para conseguir manter a vaga de vice na chapa de Dilma.

"O Joesley me entregou um bilhete, depois de uma reunião com Guido. Eu fui lá, no sábado à tarde, no Michel Temer, e mostrei isso a ele. Ele ficou muito indignado, porque estava perdendo o controle do PMDB."

De acordo com Ricardo Saud, o pagador da JBS, a propina a Renan, Eunício, Jader, Braga e Raupp, "os coringas do PMDB", foi paga parte em espécie, parte em doações dissimuladas e parte em notas por serviços não prestados. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário