Fale com este blog

E-mail: ercio.remista@hotmail.com
Celular: (91) 8136-7941
Para ler postagens mais antigas, escolha e clique em um dos marcadores relacionados ao lado direito desta página. Exemplo: clique em Santarém e aparecerão todas as postagens referentes à terra querida. Para fazer comentários, eis o modo mais fácil: no rodapé da postagem clique em "comentários". Na caixinha "Comentar como" escolha uma das opções. Escreva o seu comentário e clique em "Postar comentário".

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Pelé vai receber R$ 400 mil para comentar amistosos da seleção

O ex-jogador de futebol Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, durante entrevista à Folha de S. Paulo, na sede do Grupo Folha, na região central de São Paulo (SP), em abril de 2016 
A CBF vai pagar cerca de R$ 400 mil para o ex-jogador Pelé comentar os amistosos da seleção brasileira. O melhor jogador da história do futebol nacional será a principal atração da estreia do projeto de comunicação da entidade, que prevê a produção e a exibição dos amistosos da equipe nacional de futebol.

O amistoso de estreia da transmissão assinada pela CBF será o clássico contra a Argentina, em 9 de junho, em Melbourne (Austrália). 

O pacote pago a Pelé ainda envolve o segundo jogo da seleção na Oceania. Ele comentará o amistoso contra os australianos, no dia 13, também em Melbourne. 

Para a partida de estreia, a entidade tentou contratar Maradona para comentar o jogo junto com o brasileiro. O negócio não foi fechado por causa dos compromissos do argentino com o Al-Fujairah. Ele é o treinador do time dos Emirados Árabes. 
 
Nova era
O jogo com a Argentina vai marcar uma mudança nas transmissões esportivas no país. A partir de agora, a CBF vai comprar horário nas emissoras para exibir os jogos da seleção com a sua equipe. Até o ano passado, a Globo transmitia com exclusividade todos os amistosos.

Para viabilizar o projeto, a confederação já comprou horário na TV Brasil e busca parcerias com outros emissoras de TV aberta. A CBF chegou a tentar comprar espaço na Globo e na Band, mas as negociações não avançaram.

Além disso, ainda tenta fechar acordo com o Facebook para mostrar os dois amistosos na Austrália pela internet, com cotas publicitárias de R$ 2,3 milhões cada. Um canal fechado também deve receber o conteúdo da CBF.

A narração e os comentários dos amistosos serão feitos em um estúdio montado pela confederação dentro da sede da entidade, no Rio.

A CBF enviará ainda um repórter para a Austrália para entrevistar os atletas antes e depois dos jogos.

A iniciativa da confederação segue modelo existente no exterior, em que clubes e ligas produzem a transmissão de seus eventos. Os dirigentes acreditam que vão arrecadar mais ao vender os seus produtos diretamente aos anunciantes nas mais diferentes plataformas (TV aberta, fechada e internet).

A Globo tem os direitos de transmissão das partidas das eliminatórias para a Copa da Rússia, em 2018. Também exibirá o Mundial do próximo ano, assim como o de 2022, no Qatar. Mas, para as próximas eliminatórias, não há nenhum contrato assinado e a confederação estuda usar seu novo projeto de transmissão.

O último jogo da seleção principal fora da grade da Globo foi em 2010, na estreia de Mano Menezes como técnico. O Brasil venceu os Estados Unidos, por 2 a 0.

Nenhum comentário:

Postar um comentário