Fale com este blog

E-mail: ercio.remista@hotmail.com
Celular: (91) 8136-7941
Para ler postagens mais antigas, escolha e clique em um dos marcadores relacionados ao lado direito desta página. Exemplo: clique em Santarém e aparecerão todas as postagens referentes à terra querida. Para fazer comentários, eis o modo mais fácil: no rodapé da postagem clique em "comentários". Na caixinha "Comentar como" escolha uma das opções. Escreva o seu comentário e clique em "Postar comentário".

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Toffoli rejeita reclamação que questiona nomeação de filha do governador do Pará

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, negou seguimento à reclamação do PMDB questionando a nomeação de Izabela Jatene para a Secretaria Extraordinária dos Municípios Sustentáveis do Pará. A escolha foi feita pelo pai dela e governador do estado, Simão Jatene (PSDB).

O partido alegou que o ato, de 24 de abril, afrontou os princípios da legalidade, moralidade e impessoalidade da Constituição, assim como a Súmula Vinculante 13, que veda o nepotismo. O partido disse ainda que Izabela não teria qualificação técnica para assumir a pasta, na época recém-criada pelo Executivo paraense. Por isso, o PMDB pedia a suspensão da nomeação.

Para o ministro, a reclamação não é o meio processual adequado para analisar esse tipo de caso. “A reclamação não é instrumento processual adequado para inaugurar, na via jurisdicional, o debate acerca da existência de ‘fraude à lei’ pelos envolvidos na nomeação para cargos políticos da estrutura do Poder Executivo do Estado do Pará, no caso concreto, não possuindo a função primária de resolver conflitos subjetivos.”

Toffoli afirmou ainda que a aplicação da súmula, em casos que envolvam ocupantes de cargos políticos, possui particularidades que devem ser observadas pelo juízo competente na análise das provas dos autos, o que não pode ser feito pelo STF pela “via excepcional” da reclamação.
Clique aqui para ler a decisão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário