Fale com este blog

E-mail: ercio.remista@hotmail.com
Celular: (91) 8136-7941
Para ler postagens mais antigas, escolha e clique em um dos marcadores relacionados ao lado direito desta página. Exemplo: clique em Santarém e aparecerão todas as postagens referentes à terra querida. Para fazer comentários, eis o modo mais fácil: no rodapé da postagem clique em "comentários". Na caixinha "Comentar como" escolha uma das opções. Escreva o seu comentário e clique em "Postar comentário".

terça-feira, 4 de julho de 2017

Eleitores paraenses querem Lula outra vez

Levantamento do Paraná Pesquisas aponta que o ex-presidente Lula (PT) lidera a corrida pela disputa presidencial entre os eleitores do Pará, com 28,1% das intenções de voto. Na segunda posição, com 16,8%, surge o nome do deputado Jair Bolsonaro (PSC). Nas posições seguintes aparecem Marina Silva (Rede), com 12,7%; o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa, com 10,6%; o prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), com 8,3%; Ciro Gomes (PDT), com 5,7%; e o senador Alvaro Dias (PV), com 2,4%. Para 10,4% dos eleitores, nenhum dos candidatos deveria ser votado e 5,1% não souberam responder.

Se a opção tucana for o governador de São Paulo Geraldo Alckmin, Lula alcança 28,4% contra 18,2% de Bolsonaro. Marina se mantém em terceiro com 12,6%, seguida por Barbosa (11,5%), Ciro (5,7%), Alckmin (5,1%) e Dias (3,1%). Nesse caso, 10,6% não votariam em nenhum dos candidatos e 4,7% não souberam responder.

A margem de erro é de 2,5% para mais ou para menos. A pesquisa foi realizada entre os dias 28 de junho a 1 de julho, com 1.500 eleitores de 52 municípios. A Paraná Pesquisas encontra-se registrada no Conselho Regional de Estatística da 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª Região sob o nº 3122/17 e é filiada à Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa - ABEP desde 2003. O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.

Perfil
A pesquisa revela ainda que ex-presidente Lula tem seu melhor desempenho entre os eleitores paraenses com idade mais avançada. O melhor percentual do petista é entre os eleitores com 60 anos ou mais (32,6%), seguido pela faixa-etária de 45 a 59 anos (30,0%). Por outro lado, a menor intenção de votos é entre os eleitores com idade entre 25 e 34 anos (23,6%).

Quanto à escolaridade, a maioria das intenções de votos é do grupo de eleitores que possuem até o ensino fundamental (37,2%). Quanto ao nível econômico, a pesquisa revela que o principal eleitorado de Lula não está inserido no mercado de trabalho atualmente (29,2%).

Já Bolsonaro, tem a preferência dos mais jovens, com margem de intenções de votos de 22,2% entre os eleitores com idade entre 16 e 24 anos, e de 21,0%, entre os que possuem de 25 a 34 anos. A maioria dos eleitores que votariam em Bolsonaro têm nível superior (24,1%) e fazem parte da população economicamente ativa do Estado (19,3%).

Rejeição
A pesquisa estimulada também questionou em quem o eleitor do Pará não votaria "de jeito nenhum". Lula desponta em primeiro novamente, com rejeição de 46,5% dos eleitores entrevistados. Geraldo Alckmin surge em segundo, com margem 22,4%, seguido por Bolsonaro, com 20%. Marina Silva é rejeitada por 19,7% dos paraenses; Ciro, por 16,9%; Dória, por 13,1%; Alvaro Dias, por 12%; e Barbosa, por 10,8%. Apenas 3,8% dos entrevistados disseram que poderiam votar em qualquer um dos candidatos e 6,4% não sabe em quem não votaria de jeito nenhum.

Questionados se aprovam ou desaprovam o governo do presidente Michel Temer, 82,4% dos entrevistados disseram desaprovar a administração do peemedebista e 14,5% aprovam a maneira de Temer governar o País. Apenas 3,1% não souberam ou não quiseram opinar. Quanto a avaliação, 70,9% disseram que o governo Temer é ruim/péssimo; 20,7% responderam que é regular; e somente 7,2% defende como ótimo/bom. (Fonte: OrmNews)

2 comentários:

  1. Tudo aquilo que estiver 30% a favor de Lula deve ser considerado "normal".
    Constitui aquele contingente de "anormais" que veem em Lula a única "normalidade".

    ResponderExcluir
  2. Na verdade gente,política é igual a cocô de cachorro. Quando pisa fede. Cuidado algozes do povo. Pela dor e pela fome que vocês foram responsáveisó com a avareza e cobiça. Cuidado quando desenharem.Pois a dor é grande.

    ResponderExcluir