Fale com este blog

E-mail: ercio.remista@hotmail.com
Celular: (91) 8136-7941
Para ler postagens mais antigas, escolha e clique em um dos marcadores relacionados ao lado direito desta página. Exemplo: clique em Santarém e aparecerão todas as postagens referentes à terra querida. Para fazer comentários, eis o modo mais fácil: no rodapé da postagem clique em "comentários". Na caixinha "Comentar como" escolha uma das opções. Escreva o seu comentário e clique em "Postar comentário".

terça-feira, 25 de julho de 2017

Quem não dá assistência, abre concorrência

Quem é daqueles tempos (anos 50,60 e 70), deve lembrar da existência dos famosos "solteiros de julho", em Belém. Para quem não sabe, explico: os homens casados aguardavam ansiosamente a chegada do mês de julho, para "dar férias" aos seus familiares, levando-os para passar o mês inteiro em Salinas e Mosqueiro, principalmente. Os maridões iam e ficavam lá apenas aos sábados e domingos. Na segunda e até sexta-feira,-ficavam sozinhos em Belém, livres e soltos, trabalhando durante o dia e, à noite, curtindo sacanagem nas boates (Papa Jimi, Lapinha, Pagode Chinês e outras) ou em motéis com suas amantes. Os sistemas de comunicação eram precários, só através de telefones fixos, impedindo que as esposas mantivessem contatos frequentes com seus maridos. Hoje, com a existência do celular e do WhatsApp, poucos se arriscam a esse tipo de liberdade e as coisas mudaram muito no relacionamento entre os casais. Daí, o conselho dado pelo jornalista/cronista Arnaldo Jabor, aos maridos: "Em hipótese alguma deixe a sua esposa desconfiar do fato de você estar saindo com outra. Essa mera suposição da parte dela dá ensejo a um ´chifre` tão estrondoso que quando você acordar, meu amigo, já existirá alguém muito mais ´comedor`do que você... só que o prato principal dessa vez é a SUA mulher.
(De Anônimo, para o meu blog O Mocorongo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário