Fale com este blog

E-mail: ercio.remista@hotmail.com
Celular: (91) 8136-7941
Para ler postagens mais antigas, escolha e clique em um dos marcadores relacionados ao lado direito desta página. Exemplo: clique em Santarém e aparecerão todas as postagens referentes à terra querida. Para fazer comentários, eis o modo mais fácil: no rodapé da postagem clique em "comentários". Na caixinha "Comentar como" escolha uma das opções. Escreva o seu comentário e clique em "Postar comentário".

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Graves denuncias contra o senador Paulo Rocha (PT)

No blog da Franssinete Florenzano
Um vídeo bombástico está circulando nas redes sociais, com gigantesco potencial explosivo. Nele, o auto-intitulado militante do PT há mais de 30 anos Josué Carvalho Costa lê uma carta-denúncia na qual literalmente detona o senador Paulo Rocha(PT-PA). Relata, com riqueza de detalhes, dando nomes e sobrenomes a todos os envolvidos e a título de "delação"(!), e mais, afirmando ser para proteger a sua vida e a de sua família, uma série de práticas criminosas, inclusive admitindo a própria participação.

Josué conta que era arrecadador de campanha de Paulo Rocha, desde 2005, admitindo que atuou de forma lícita e ilícita. Historia uma sequência de gravíssimas acusações: que Paulo Rocha indicava às prefeituras as empreiteiras que deveriam ser contempladas com os contratos do programa do governo federal Minha Casa Minha Vida; que havia um esquema perante a Cia. Docas do Pará (CDP) quando lá atuava a ex-diretora Socorro Pirâmides, de quem o senador recebia uma espécie de mensalinho; que interferia nas licitações da merenda escolar da Seduc, sempre recebendo propinas milionárias, e até junto ao consórcio construtor da UHE-Belo Monte, através da Andrade Gutierrez, onde teria indicado o ganhador do contrato de administração do cartão de alimentação dos trabalhadores; que Paulo Rocha teria arrecadado R$1 milhão junto a empreiteiros para comprar seu apartamento em Brasília e em contrapartida prometera incluí-los no registro de preços na Seduc. Afirma que até na PM existia o envolvimento de coroneis no esquema de arrecadação. E diz que vendeu seu único imóvel para pagar dívidas da campanha do senador, sob a promessa de que seria recompensado com a venda de livros didáticos às prefeituras que seriam indicadas. Afirma que em todos os esquemas existiu a participação da lobista Tiana Marques, pessoa de confiança de Paulo Rocha. E finaliza antecipando que entregará todo o material de que dispõe ao MPF e à PF.

Abaixo, cliquem e vejam o vídeo.

O senador Paulo Rocha passou recibo do vídeo e postou uma resposta em suas duas páginas oficiais no Facebook, classificando a carta-denúncia como difamatória e parte de uma sórdida campanha contra seu partido. Leiam aqui embaixo a sua manifestação de defesa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário