Fale com este blog

E-mail: ercio.remista@hotmail.com
Celular: (91) 8136-7941
Para ler postagens mais antigas, escolha e clique em um dos marcadores relacionados ao lado direito desta página. Exemplo: clique em Santarém e aparecerão todas as postagens referentes à terra querida. Para fazer comentários, eis o modo mais fácil: no rodapé da postagem clique em "comentários". Na caixinha "Comentar como" escolha uma das opções. Escreva o seu comentário e clique em "Postar comentário".

terça-feira, 18 de julho de 2017

Há diferença?

E sobre essa onda de modernidade, de mudanças de hábitos, comentava-se ontem em uma mesa de um restaurante da Estação das Docas, que a esposa de um conhecido empresário o flagrou saindo de um motel com uma "talentosa" universitária. Aos gritos, fez o maridão parar o carrão e, dirigindo-se à acompanhante, disse: "Desce daí para apanhar, sua prostituta vagabunda!" - A ofendida, sem perder o charme e a formosura, replicou: "Epa! Epa! Me respeite! Eu não sou isto não, sou ´garota de programa`.

Diante deste "barraco", a pergunta que não quer calar é esta: há alguma diferença entre ser "garota de programa", put..., prostituta, ou rapariga, como era chamada antigamente? Você decide, leitora(a)!

Nenhum comentário:

Postar um comentário