Fale com este blog

E-mail: ercio.remista@hotmail.com
Celular: (91) 8136-7941
Para ler postagens mais antigas, escolha e clique em um dos marcadores relacionados ao lado direito desta página. Exemplo: clique em Santarém e aparecerão todas as postagens referentes à terra querida. Para fazer comentários, eis o modo mais fácil: no rodapé da postagem clique em "comentários". Na caixinha "Comentar como" escolha uma das opções. Escreva o seu comentário e clique em "Postar comentário".

terça-feira, 30 de setembro de 2014

No Ibope, Dilma tem 39%, e vantagem de Marina sobre Aécio é de 6 pontos

:
Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (30) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para a Presidência da República:
- Dilma Rousseff (PT): 39%
- Marina Silva (PSB): 25%
- Aécio Neves (PSDB): 19%
- Pastor Everaldo (PSC): 1%
- Luciana Genro (PSOL): 1%
- Zé Maria (PSTU): 0%*
- Eduardo Jorge (PV): 0%*
- Rui Costa Pimenta (PCO): 0%*
- Eymael (PSDC): 0%*
- Levy Fidelix (PRTB): 0%*
- Mauro Iasi (PCB): 0%*
- Branco/nulo: 7%
- Não sabe/não respondeu: 7%

* Cada um dos seis indicados com 0% não atingiu 1% das intenções de voto; somados, eles têm 1%

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S.Paulo".
No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 23, Dilma tinha 38%, Marina, 29%, e Aécio, 19%.
Segundo turno
O Ibope também simulou três cenários de segundo turno. São eles:
- Dilma Rousseff: 42%
- Marina Silva: 38%
- Branco/nulo: 12%
- Não sabe/não respondeu: 8%
- Dilma Rousseff: 45%
- Aécio Neves: 35%
- Branco/nulo: 12%
- Não sabe/não respondeu: 8%
- Marina Silva: 38%
- Aécio Neves: 34%
- Branco/nulo: 16%
- Não sabe/não respondeu: 12%

O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 203 municípios entre os dias 27 e 29 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-00909/2014.

Datafolha: Dilma tem 40%, e vantagem de Marina sobre Aécio vai de 9 para 5 pontos

:
Pesquisa Datafolha divulgada nesta terça-feira (30) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para a Presidência da República:
- Dilma Rousseff (PT): 40%
- Marina Silva (PSB): 25%
- Aécio Neves (PSDB): 20%
- Pastor Everaldo (PSC): 1%
- Luciana Genro (PSOL): 1%
- Eduardo Jorge (PV): 0%*
- Zé Maria (PSTU): 0%*
- Rui Costa Pimenta (PCO): 0%*
- Eymael (PSDC): 0%*
- Levy Fidelix (PRTB): 0%*
- Mauro Iasi (PCB): 0%*
- Branco/nulo/nenhum: 5%
- Não sabe: 5%

* Cada um dos seis indicados com 0% não atingiu, individualmente, 1% das intenções de voto; somados, eles têm 1%.

No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 26, Dilma tinha 40%, Marina, 27%, e Aécio, 18%. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo".

Segundo turno
O levantamento divulgado hoje (30) indica que, em um eventual segundo turno entre Dilma e Marina, a candidata do PT tem 49% das intenções de voto e a do PSB, 41%. Na semana passada, Dilma tinha 47% e Marina, 43%.

Na simulação de segundo turno entre Dilma e Aécio, a petista vence por 50% a 41% (50% a 39% na semana anterior).

O Datafolha ouviu 7.520 eleitores em 311 municípios nos dias 29 e 30 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00905/2014. (G1)

Presidente da OAB-DF tenta impedir que Joaquim Barbosa receba registro de advogado

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal, Ibaneis Rocha, pediu para que a comissão de seleção da entidade que dirige rejeite o pedido de registro como advogado do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa. Barbosa havia pedido o registro da Ordem à comissão, órgão que tem poder para tratar do assunto. Antes que a comissão se pronunciasse, Ibaneis Rocha enviou um pedido de impugnação do registro. Ibaneis não assina como presidente da instituição, mas como advogado, numa espécie de representação contra Barbosa. Não há registro de caso semelhante na OAB.

Mais cedo a assessoria da OAB havia informado que Ibaneis Rocha havia indeferido o registro do Joaquim Barbosa e que agora caberia recurso à comissão. A assessoria corrigiu a informação para esclarecer que o pedido ainda será analisado pela comissão, mas Ibaneis Rocha, na qualidade de advogado e não de presidente da OAB, tomou a iniciativa de pedir a impugnação do pedido de concessão do registro profissional.

No pedido de impugnação, Ibaneis cita vários episódios que, segundo ele, demonstram que Barbosa ofendeu advogados enquanto estava no Supremo Tribunal Federal.

Um deles foi o ex-ministro Maurício Correa, já falecido, que foi acusado por Barbosa de usar o prestígio de ex-ministro para tratar de ações que tramitavam no STF. O outro foi o advogado José Gerardo Grossi. Segundo a OAB, Grossi teria sido ofendido por Barbosa quando o então presidente do STF afirmou que havia um conluio de advogados para defender os mensaleiros.
Joaquim Barbosa já foi notificado do pedido de impugnação e poderá contestá-lo ou simplesmente aguardar que a comissão de seleção tome decisão. Barbosa é formado em Direito e antes de ser ministro do STF era procurador da República concursado. (O Globo)

Orkut, 1ª rede social dos brasileiros, chega ao fim nesta 3ª

 Reprodução
O Google vai desativar nesta terça-feira o Orkut, primeiro site de relacionamentos usado em larga escala pelos brasileiros. A partir de amanhã, os usuários não conseguirão mais acessar seus perfis, exportar álbuns de fotos para o Google+ e acessar aplicativos e jogos baseados na plataforma. Até setembro de 2016, quem quiser guardar os dados publicados na rede social poderá exportar os dados do perfil, comunidades e fotos com a ferramenta Google Takeout.

O principal motivo para o fim do Orkut, segundo o Google, é a popularidade de outros serviços da empresa, como YouTube, Blogger e Google+. “O crescimento dessas comunidades ultrapassou o do Orkut. Por isso, decidimos dizer adeus e concentrar nossas energias e recursos para tornar essas e outras plataformas sociais ainda mais incríveis”, escreveu Paulo Golgher, diretor de engenharia do Google, em junho. Desde o anúncio do fechamento do Orkut, o site não aceita novos cadastrados.

As comunidades, que estão entre os recursos mais populares da rede social, continuarão disponíveis por meio da web após o fim do Orkut. De acordo com o Google, as mensagens de todos os usuários poderão ser acessadas nessa espécie de “museu on-line”: o novo endereço das comunidades será divulgado pela empresa na manhã desta terça-feira. Para impedir que seus comentários em comunidades sejam exibidos na nova página, os usuários deverão remover o Orkut de sua conta Google.

História — O Orkut foi criado em janeiro de 2004 pelo engenheiro de software turco Orkut Büyükkökten. Ele aproveitou o tempo livre (20% da jornada) que o Google dá aos funcionários para o desenvolvimento de novas ideias. Com grande adesão de indianos e brasileiros — por sete anos, o serviço foi campeão no segmento no Brasil —, a rede despontou como uma das maiores do mundo, brigando do MySpace, serviço voltado à música que dominou o setor entre 2003 e 2006.

Em dezembro de 2011, contudo, o Orkut perdeu a preferência dos brasileiros para o Facebook, que havia desembarcado havia pouco no país. Ficaria claro, nos anos seguintes, que o Google dedicava pouca atenção ao serviço e que, dessa forma, ele sofreria de "morte natural" — ou seja, seria extinto por falta de interesse de usuários e também de seu proprietário. Em 2012, o gigante de buscas começou a integrar ainda mais os serviços do Orkut ao Google+, deixando claro que esse seria sua prioridade em matéria de redes sociais. (Veja)

Chacrinha completaria 97 anos nesta terça

A frase “ninguém é insubstituível” definitivamente não se aplica ao eterno Chacrinha, que faria 97 anos nesta terça-feira. O apresentador, que morreu no dia 30 de junho de 1988, revolucionou a comunicação no Brasil com seu jeito próprio de falar com as plateias. Começou no Rádio e, por isso, trazia um estilo todo impostado de falar. Com suas liberdades poéticas, e muita birutice, ajudou outros artistas a tornar o tropicalismo um movimento forte, que saiu do país para ganhar o mundo.
Uma das frases mais famosas do apresentador
Abelardo Barbosa, à frente do “Cassino de Chacrinha”, inventou personagens como as chacretes, que hoje em dia evoluíram para as paniquetes, e ajudou a lançar incontáveis artistas que iam do brega ao pop, passando pelos roqueiros que ainda hoje se derretem de amor por ele.
Além do palco, Chacrinha fez a alegria com sua bancada de jurados: Elke Maravilha -eterna fã do painho-, Monique Evans, Claudia Raia, Maitê Proença e tantos outras personalidades de diversas áreas que eram convidadas a cada semana para agitar seu auditório.
 O cenário do "Cassino do Chacrinha"
Em outubro próximo será lançada uma nova biografia sobre o inventor da frase “quem não se comunica se trumbica”. E em novembro entra em cartaz “Chacrinha — O musical”, que ficará em cartaz no Rio e em São Paulo, com direção de Andrucha Waddington e roteiro de Pedro Bial, outro super fã do painho. Stepan Nercessian é quem vai interpretar o Velho Guerreiro. (Glamurama)

Eleições 2014: Saques limitados

Para prevenir a compra de votos por meio de pagamento em dinheiro, uma prática comum em Roraima, saques acima de R$ 10 mil estão proibidos a partir de ontem, 29, e até o dia da eleição. A determinação foi do juiz da 1ª Zona Eleitoral, Elvo Pigari, a pedido do Ministério Público Eleitoral. Com a decisão, todas as instituições bancárias que atuam no estado estão proibidas de permitir saques em espécie, que, somados, ultrapassem o valor fixado, sem autorização da Justiça.

Mudanças nas eleições

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro José Antonio Dias Toffoli, vai propor ao Congresso a redução da campanha eleitoral dos atuais três meses para 45 dias. O longo período, segundo ele, gera gastos excessivos e para o Congresso e o país por quase um semestre. O horário eleitoral obrigatório seria reduzido de 45 dias para três semanas. Toffoli também vai propor alteração completa no formato atual do horário eleitoral, com o fim de trucagens e efeitos especiais, substituídos por apresentações e debates ao vivo entre os candidatos. Além disso, Toffoli proporá a fixação de um limite de gastos por candidato e um teto para as doações.  (Valor Econômico)

STF aumenta o número de assessores

Os gabinetes dos ministros do Supremo Tribunal Federal vão ganhar mais três assessores jurídicos e mais dez analistas processuais. Os cargos estão descritos na Lei 13.029/2014, aprovada na quinta-feira (24/9) e que cria 33 cargos comissionados e 90 funções de confiança no STF. Com isso, os gabinetes passam a ter oito assessores jurídicos cada.

Os cargos comissionados foram criados para melhorar a estrutura da assessoria jurídica dos ministros. Os assessores jurídicos são, além do chefe de gabinete, os funcionários que trabalham mais diretamente com o ministro. Sua função em cada gabinete depende da organização que cada ministro decidir impor.

Alguns ministros gostam de escrever os próprios votos e delegam apenas a pesquisa aos assessores. Outros preferem escrever uma diretriz e deixar para que a assessoria escreva o corpo do voto, deixando para o ministro a tarefa de revisão, correção e assinatura.

Já as funções de confiança serão distribuídas igualmente entre todos os gabinetes, à exceção do presidente. Eles são responsáveis por trabalhar na confecção dos votos junto aos assessores. Hoje, cada ministro do Supremo tem de 25 a 30 funcionários trabalhando na atividade-fim do gabinete. (Conjur)

Clonando Pensamento: Pesquisas


De autor desconhecido:
"É evidente que as pesquisas e as opiniões influenciam o eleitor. Se não fossem para influenciar, não existiriam. A informação é processo conectado à formação do convencimento"
===
"A pesquisa não é feita para aferir o que o povo pensa, mas para fazer o povo pensar aquilo que a pesquisa quer."
===
"Pesquisa animadoras acabam se desfazendo em desilusões eleitorais ao abrir das urnas."

No blog do GIBA UM:

Voto de fé
Eduardo Cunha, líder do PMDB na Câmara e um dos políticos brasileiros que mais provoca enjoos na presidente Dilma Rousseff, por pesquisas, deverá ser um dos mais votados do Rio em sua campanha de reeleição. E igualmente é apontado como futuro presidente da Casa. Tradicionalmente, Cunha tem grande eleitorado entre os evangélicos e em suas últimas peças publicitárias nos jornais não esquece dos fieis. Em cima, trecho de Romanos, da Bíblia, diz: “Abençoai aos que vos perseguem, abençoai e não amaldiçoeis”. Alguns petistas acham que é um recado cifrado para Dilma.
Nome difícil
A alguns dias do primeiro turno da eleição, Alberto Goldman, coordenador da campanha de Aécio Neves à Presidência, lamenta que o candidato tucano tenha um nome “que muitos eleitores ainda têm dificuldades de falar”. Outro integrante do principal staff da campanha do mineiro, à distância, ironiza: “Em 2010, metade do Nordeste chamava Dilma de Wilma e ela teve uma super-votação lá em cima e levou a Presidência”.
Pró-humanidade
O senador José Sarney, que está se despedindo das eleições, anda reclamando que “seus pensamentos, frases e iniciativas” foram apropriadas “sem o menor respeito”. Em artigo para o jornal O Estado do Maranhão, protesta: “Hoje, tudo o que se faz na cultura decorre da lei de minha autoria, sancionada por mim, que tinha meu nome e virou Rouanet para negar-me crédito”. E mais: “Todos os programas sociais de hoje, que discutem se foi FHC ou Lula, começaram comigo, até os que dizem respeito à humanidade inteira” (referindo-se à distribuição gratuita do coquetel contra Aids).
Menos
Em seu novo ensaio de semi-nudez para Vip, onde avisa “Eu não sou para amadores”, a atriz Luana Piovani mostra menos de sa poitrine, região da qual sempre se orgulhou (e exibiu muitas vezes em Trip), do que seus admiradores gostariam. E sempre recorrendo ao auxilio de braços e mãos. Depois do seu primeiro filho, Luana já vem pensando num reforço de silicone.
Marina Ruy Barbosa
Na terra de Lula
Berço do lulismo (o ex-presidente continua morando lá) e com prefeito petista, Luis Marinho, a cidade de São Bernardo deverá apresentar nas urnas, domingo próximo, uma super-derrota para Dilma Rousseff, que está com 25% de intenções de voto contra Marina Silva, com 44%.  
Direito a praia
Nesses dias, Paulo Roberto Costa poderá estar fora das grades: ficará em prisão domiciliar, usará tornozeleira e não poderá se afastar da casa que tem em Angra dos Reis por mais de 500 metros. Terá segurança da Polícia Federal durante 24 horas e ficará à disposição da Justiça, sempre que convocado. A distancia medida pela tornozeleira não impedirá Paulo Roberto de ir à praia ou tampouco de dar algumas voltas de jet-ski nas proximidades.
Buenos Aires na UTI
A Argentina enfrenta uma de suas maiores crises financeiras e uma recessão sem nenhuma luz no fim do túnel, o que obriga a classe média a mudar totalmente seus hábitos. Na capital e na Grande Buenos Aires, nada menos do que 350 restaurantes fecharam as portas e em Palermo, no último ano, de dez restaurantes que abriram, sete já fecharam. Os taxis transportavam, em média, 50 passageiros por dia: agora, não passam de 20. Os shoppings, mesmo com o movimento de brasileiros, acusaram no primeiro semestre, queda de 40% em relação ao ano passado, no mesmo período. E os portenhos estão comendo mais frango do que carne bovina, sua grande paixão.

No blog do Claudio Humberto:

Joaquim, 60
Joaquim Barbosa chega aos 60 anos no próximo dia 7. Se estivesse na ativa, teria direito a mais dez anos no Supremo Tribunal Federal.
Golpe na Justiça
A Justiça do Trabalho está sendo usada para um golpe sujo, no DF: o reclamante informa endereço errado da ex-empresa, e o processo corre à revelia. Só na fase de execução ele informa o endereço certo, para notificar o empregador desavisado e tomar dinheiro do otário.
Michel com Dirceu
Deputados do PMDB-PR estão indignados com o vice Michel Temer, que gravou mensagem de apoio à reeleição do petista Zeca Dirceu, filho do ex-ministro José Dirceu, preso no processo do mensalão.
Não amiga
O PT não tem do que reclamar da afiliada da Globo no Ceará. O TRE proibiu a veiculação de comerciais do petista Camilo Santana, no sábado, mas a ordem foi ignorada: sete inserções foram exibidas.
A conta é nossa
Dilma Rousseff (PT) não quis encarar 28 km de carro para gravar um vídeo nas cercanias de Brasília. Usou helicóptero presidencial nos primeiro 10km e só depois seguiu de carro. Curtos 18 km.




Torcedor reincidente responderá a ação penal

Ônibus do TJE no interior do Estádio olímpico do Pará

Quatro pessoas foram acusadas da prática de tumulto no último domingo, 28, durante a partida de futebol entre Clube do Remo e Brasiliense Futebol Clube, no campeonato brasileiro da Série D. As ocorrências foram atendidas pela equipe do Juizado Especial Itinerante, no projeto Futebol com Justiça, coordenada pelo juiz Fábio Marçal, e resolvidas na mesma ocasião. Em três casos, os acusados aceitaram a transação penal e ficaram impedidos de comparecer aos jogos do Clube do Remo no período entre 3 a 5 meses. No quarto caso, o torcedor Maycon Aragão deverá ser denunciado pelo Ministério Público e responder a ação penal, já que é reincidente na prática de tumulto. Ele já havia sido encaminhado ao Juizado em outro jogo, e feito a transação penal para não comparecer às partidas, mas descumpriu o acordo com a Justiça, passando agora a responder a processo.

De acordo com a decisão judicial, a cada partida do Clube do Remo, durante o período estipulado pela Justiça (3 a 5 meses) os acusados deverão se recolher, duas horas antes de iniciar o jogo, ao Comando da Polícia Militar, e lá permanecer até duas horas após o término da partida. Caso não compareça, o acusado deve obrigatoriamente se apresentar no dia seguinte à Vara de Penas e Medidas Alternativas, justificando a sua ausência. No caso de Maycon, além de reincidir na prática delituosa, não cumpriu o acordo de se recolher ao Comando Militar nem justificou sua ausência à Vara competente.

O delito de prática de tumulto está previsto no artigo 41-B da Lei nº 12.299/2010, que dispõe sobre as medidas de prevenção e repressão aos fenômenos de violência por ocasião de competições esportivas e alteração da Lei nº 10.671/2003. O projeto Futebol com Justiça, executado pela Coordenadoria dos Juizados Especiais, à frente a desembargadora Diracy Alves, está presente em todos os grandes eventos esportivos no Estádio Olímpico do Pará. A equipe do Judiciário trabalha como mediadora da pacificação social nos eventos de grande concentração popular. Nos estádios, aplica as regras do Estatuto do Torcedor e assim garante a solução de conflitos e penaliza infrações penais de menor potencial ofensivo. (Site do TJPA)

Supremo nega recurso de Xuxa e permite filme com nudez no Google

 Fotos: Arquivo deste blog
O ministro do Supremo Tribunal Federal Celso de Mello recusou, na última sexta-feira (26), um recurso de Xuxa Meneghel e manteve a permissão do Google para exibir resultados de pesquisas com o nome da apresentadora relacionado a cenas do filme "Amor Estranho Amor", no qual ela aparece em cenas sensuais com um adolescente.

Celso de Mello alegou não encontrar questões constitucionais que pudessem reabrir a ação de 2010. Na época o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro proibiu o Google de exibir qualquer resultado quando a pesquisa fosse relacionada ao filme.

O Google recorreu e, em 2012, a decisão foi derrubada porque "um site de pesquisa não pode ser responsabilizado por conteúdos nem fiscalizar páginas de terceiros".  (O Dia)

Debate da TV Liberal será hoje

Os candidatos ao governo do Estado se confrontam hoje, em Belém, no debate da TV Liberal, afiliada da Rede Globo. O programa será transmitido ao vivo, a partir das 22h40, após a novela “Império”, e será mediado pelo jornalista Heraldo Pereira (foto), da Rede Globo de Brasília. A previsão de término será até a 0h40.

Este será o último encontro oficial dos candidatos antes do primeiro turno, marcado para o próximo domingo, dia 5. O debate seguirá o padrão Globo em todo País e o critério de seleção dos candidatos que participam é a representatividade dos partidos na Câmara Federal em 2010, por esse motivo participarão os candidatos Simão Jatene (PSDB), Helder Barbalho (PMDB), Zé Carlos (PV), Marco Carrera (PSOL) e Elton Braga (PRTB). A transmissão tem a expectativa de atingir cinco milhões de telespectadores em todo o Pará.

A grande novidade deste ano no debate é na dinâmica que se inicia com o candidato escolhendo outro para responder uma pergunta de tema livre; cada candidato responderá por duas vezes, sendo diferente do último debate realizado no segundo turno da eleição para prefeito de Belém, em 2012, quando havia dois candidatos em disputa. A direção da TV Liberal se reuniu com os representantes dos candidatos na segunda-feira da semana passada, na sede da empresa, para informar as regras do debate e também sortear a posição dos candidatos no estúdio e a ordem das perguntas em cada bloco.

De acordo com as regras, o debate será dividido em quatro blocos: o 1°e o 3° serão de perguntas com tema livre; o 2° e o 4° de perguntas com tempo determinado, quando cada candidato fica com um tema sorteado, somando um total de 10 temas nesses dois blocos intercalados. O último bloco será destinado para as considerações finais dos candidatos. Os candidatos têm 30 segundos para fazer a pergunta, 1’30” para responder, um minuto para a réplica e um minuto para a tréplica. Os candidatos que não comparecerem ao debate ficarão com o lugar vazio, identificados por uma placa com o seu nome.

Propostas - “É importante mostrar ao eleitor a proposta dos candidatos, permitir a comparação. Estamos em um momento significativo para o País, de discussões sobre corrupção, a agenda para os Estados e o debate da TV Liberal é, tradicionalmente, um momento de oportunidade para que o eleitor que está indeciso decida seu voto” afirmou o diretor de Jornalismo da TV Liberal, Álvaro Borges. Ele explica que o jornalista Heraldo Pereira apenas mediará o debate, deixando que as perguntas sejam feitas entre os próprios candidatos.

Ainda seguindo as regras acordada pelos partidos, todos os candidatos assinaram um documento em que se comprometem a não usar imagens ou sons do debate na propaganda eleitoral. A cadeia de transmissão contará com as oito geradoras de TV da Liberal dos municípios de Marabá, Paragominas, Castanhal, Tucuruí, Parauapebas, Redenção, Altamira e Itaituba e ainda 144 retransmissoras.

Para o diretor superintendente da TV Liberal, Fernando Nascimento, esta é a oportunidade de os candidatos dialogarem com todo o Estado do Pará. “Essa é uma excelente oportunidade que a rede Globo/Liberal concede aos candidatos de maneira democrática e equânime. Todos eles terão o mesmo espaço e oportunidade para expor sua visão de projeto e gestão do Estado”. O cenário do debate que estava sendo montado na tarde de ontem pelos profissionais de Belém foi planejado especialmente pelo Departamento de Arte da Rede Globo para todo o Brasil. (OrmNews)

Agências bancárias amanhecem fechadas nesta terça-feira (30)

Em assembleia realizada na noite de ontem (29) no sindicato dos bancários do Pará, foi confirmado o início da greve da categoria para esta terça-feira (30). Nenhuma agência deverá abrir às portas em todo o Estado, ou seja 446 agências bancárias e 8.893 empregados de braços cruzados.

A partir das 8h, bancários de diversas agências farão uma passeata para pedir apoio à sociedade e mostrar os problemas enfrentados por eles no dia a dia nos bancos. A concentração acontece às 8h, em frente a agência do Banco do Brasil da Presidente Vargas, de onde seguirão em caminhada até a Caixa Econômica do bairro de São Brás.

Os bancários em todo o Brasil pedem reajuste salarial de 12,5%, piso salarial de R$ 2.979,25, vales alimentação, refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá: R$ 724,00 ao mês para cada, melhores condições de trabalho, aumento no quadro de funcionários, entre outos. Mas a proposta da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) é de reajuste salarial em 7,35% e demais verbas salariais para 8%.  (Dol)

Fornecimento de bebida será proibido no dia 5

Fornecimento de bebida será proibido no dia 5 (Foto: Divulgação)
A Polícia Civil do Pará determinou, por meio da portaria de número 128, publicada ontem (29) no Diário Oficial do Estado, a proibição da venda e fornecimento, ainda que de forma gratuita, de bebidas alcoólicas, em todo o Pará, no próximo domingo (5).

A determinação conhecida como "lei seca" tem por objetivo garantir que todos os eleitores possam exercer o direito democrático do voto, no primeiro turno das eleições, sem transtornos decorrentes do consumo de álcool.

A medida vale para o período de meia-noite, do dia 5, até às 18 horas do mesmo dia.

A mesma portaria será aplicada no dia 26 de outubro, se houver segundo turno. A determinação veda o comércio de bebidas alcoólicas por meio de estabelecimentos comerciais, entre os quais bares, restaurantes, lanchonetes e boates. A Divisão de Polícia Administrativa (DPA), da Polícia Civil, responsável em fornecer licenças para festas dançantes, estará proibida de fornecer as autorizações para eventos no horário de meia-noite às 18 horas de domingo.

A fiscalização do cumprimento da portaria caberá às Polícias Civil e Militar, sujeitando-se os responsáveis pelas infrações às sanções civis, administrativas e penais cabíveis ao tipo de infração. Ainda, de acordo com a portaria, se houver nova determinação do Tribunal Regional Eleitoral, a medida instituída pela Polícia Civil poderá ser alterada, em obediência às instruções do órgão judiciário. (Dol)

OAB quer cassação de candidatura de Levy Fidelix

A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e a candidata à presidência da República do PSOL, Luciana Genro, enviaram nesta segunda (29) representações ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) pedindo que o presidenciável Levy Fidelix (PRTB) seja punido por homofobia.

Para a OAB, as declarações de Fidelix no debate da Record deste domingo (28), quando disse que é preciso "enfrentar" a minoria homossexual, que deve ser tratada "longe daqui", configuram crimes eleitorais e contra a paz pública, o que é passível de punição com a cassação do registro da candidatura.

A representação do PSOL, que também conta com o apoio do deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), diz que Levy "incitou a violência e a discriminação contra a população LGBT por meio de verdadeiro discurso de ódio e ofensa à coletividade LGBT". Apesar de não existir um dispositivo específico na legislação eleitoral sobre homofobia, Genro e Wyllys lembram que não é permitido fazer propaganda política que estimule processos violentos para subverter o regime ou que incite atentados contra pessoas ou bens. Além disso, também há vedações para difamações e injúrias. A representação do PSOL será relatada pelo ministro do TSE Herman Benjamin.

DEBATE
As declarações de Fidelix foram dadas após pergunta da candidata Luciana Genro (PSOL), que citou a violência a que a população LGBT é submetida e indagou o candidato sobre os motivos pelos quais os que "defendem a família se recusam a reconhecer como família um casal do mesmo sexo."

"Aparelho excretor não reproduz (...) Como é que pode um pai de família, um avô ficar aqui escorado porque tem medo de perder voto? Prefiro não ter esses votos, mas ser um pai, um avô que tem vergonha na cara, que instrua seu filho, que instrua seu neto. Vamos acabar com essa historinha. Eu vi agora o santo padre, o papa, expurgar, fez muito bem, do Vaticano, um pedófilo. Está certo! Nós tratamos a vida toda com a religiosidade para que nossos filhos possam encontrar realmente um bom caminho familiar", afirmou.Na réplica, Luciana defendeu o casamento igualitário como forma de reduzir a violência contra a população LGBT. Na tréplica, entretanto, Levy subiu o tom.

"Luciana, você já imaginou? O Brasil tem 200 milhões de habitantes, daqui a pouquinho vai reduzir para 100 [milhões]. Vai para a avenida Paulista, anda lá e vê. É feio o negócio, né? Então, gente, vamos ter coragem, nós somos maioria, vamos enfrentar essa minoria. Vamos enfrentá-los. Não tenha medo de dizer que sou pai, uma mãe, vovô, e o mais importante, é que esses que têm esses problemas realmente sejam atendidos no plano psicológico e afetivo, mas bem longe da gente, bem longe mesmo porque aqui não dá", disse.

(Agência Brasil)

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Parada LGBT de Belém exige o fim da homofobia

A 13ª Parada do Orgulho LGBT levou milhares de pessoas às ruas ontem, desde às 15h30, sob o tema “Políticas Públicas e Cidadania LGBT: Conquistas e Desafios” e o slogan “Nossa luta, nossa cidadania”. A principal característica do evento foi de ser um espaço de afirmação e reivindicação de direitos da comunidade de lésbicas, gays, bissexuais, transsexuais e transgêneros. A organização foi do Grupo Homossexual do Pará (GHP), em parceria com a Prefeitura de Belém e o Governo do Pará. Representantes de Organizações Não-Governamentais (ONGs) que militam pela causa em todo o estado também estiveram presentes.

De acordo com o manifesto produzido pela Comissão Organizadora, as paradas LGBT são “atos cívicos de cunho sócio-político-cultural onde os setores da comunidade buscam visibilidade e direitos assegurados”. Para o membro da GHP, Magno Cabral, o caráter militante da 13ª Parada foi mantido. “A gente trabalha e espera que o movimento seja cada vez mais político e participativo. Queremos que as pessoas estejam cada vez mais seguras da importância de lutar por nossos direitos”, afirmou. Segundo Magno, a parada teve como principal parceira a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), que participou do evento distribuindo preservativos, fazendo testes rápidos de HIV e dando informações sobre as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST).

Cinco trios elétricos animaram e guiaram os participantes, que seguiram pela Avenida Visconde de Souza Franco até a Avenida Presidente Vargas, no trecho próximo ao Theatro da Paz. Em um dos trios estava Maxwell Melo, da Associação Diversidade, de Castanhal. “Lá, trabalhamos principalmente com a prevenção de doenças na comunidade gay”, relatou. Para ele, a parada é importante por renovar a crença na militância. “Estamos aqui para dizer a todos que ninguém aguenta mais a homofobia, precisamos acabar logo com isso”, defendeu. Magno Cabral, do GHP, disse que as associações da sociedade civil são “fundamentais, pois orientam e cobram as reivindicações dos representantes dos municípios. Hoje, há 10 aqui, mas existem mais de 30”, informou.

Cabeleireiro e cantor, Ednelson Correa participa todos os anos e não apenas para se divertir. “Não é só pela festa, mas principalmente pelo fim da homofobia, pois muitas pessoas ainda são assassinadas por culpa da discriminação”, afirmou. Thaís Carvalho, trabalhadora da construção civil, vê na “parada a representação das pessoas LGBT que lutam por respeito. É a luta pelo respeito ao ser humano”. (OrmNews)

Parque de Nazaré tem brinquedos até 20% mais caros

Parque de Nazaré tem brinquedos até 20% mais caros (Foto: Divulgação)
Neste ano o Parque Ita terá um total de 19 brinquedos, sendo cinco voltados para o público infantil e sete destinados ao público jovem/adulto. O restante dos brinquedos abrange o público familiar. O arraial normalmente varia entre 19 e 25 aparelhos.

Os ingressos dos brinquedos infantis e familiares do Parque de Nazaré custarão R$ 8,00, o que significa um aumento de 14% em relação ao ano passado (quando eles foram comercializados a R$ 7,00).Já os brinquedos para o público juvenil/adulto terão ingressos a R$ 12,00, com um aumento de 20% em relação ao ano passado (quando eles foram vendidos a R$ 10). Fonte: Dol

Governo do AM acata ordem da Justiça Eleitoral e exonera comandantes da PM

O comandante da PM, Eliézio Almeida (à esq.), e o subcomandante, Aroldo Ribeiro, estarão de férias até 18 de outubro  
Coronéis da PM Eliézio Almeida da Silva e Aroldo da Silva Ribeiro 
O governador do Estado do Amazonas, José Melo, acatou a ordem da Justiça Eleitoral e afastou  sexta-feira (26) o coronel Eliézio Almeida da Silva do cargo de comandante da Polícia Militar do Amazonas, assim como o coronel Aroldo da Silva Ribeiro do cargo de subcomandante. No lugar, o coronel Marcos César Moreira da Silva, Chefe do Estado-Maior, assume o Comando da PM no mínimo até o fim das eleições 2014.

O afastamento dos coronéis foi determinado pelo desembargador João Mauro Bessa, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), há uma semana, na sexta-feira (19), acatando pedido do Ministério Público Federal. Em gravações de áudio apresentadas à Justiça, foi comprovado que a PM se envolve nas eleições e “ajuda na campanha do candidato ao Governo do Estado José Melo”.

Conforme decisão judicial, Eliézio e Aroldo deveriam deixar suas respectivas funções no prazo de 48 horas da notificação, sob pena de multa diária no valor de R$ 150 mil. Entretanto, os dois coronéis haviam entrado em férias juntos, coincidentemente, no mesmo dia em que havia sido expedida a decisão judicial, impedindo que os dois fossem afastados imediatamente.

“O fato de eles estarem de férias não prejudica em nada. De qualquer forma, o governador terá que dar cumprimento à decisão cautelar”, disse o desembargador Mauro Bessa.
O afastamento de Eliézio e Aroldo deverá permanecer até a divulgação do resultado das eleições para o cargo de governador do Amazonas, após 5 de outubro, próximo domingo. (A Crítica)