Fale com este blog

E-mail: ercio.remista@hotmail.com
Celular: (91) 8136-7941
Para ler postagens mais antigas, escolha e clique em um dos marcadores relacionados ao lado direito desta página. Exemplo: clique em Santarém e aparecerão todas as postagens referentes à terra querida. Para fazer comentários, eis o modo mais fácil: no rodapé da postagem clique em "comentários". Na caixinha "Comentar como" escolha uma das opções. Escreva o seu comentário e clique em "Postar comentário".

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Jovem norte-americana implanta terceiro seio para espantar homens

A massagista norte-americana Jasmine Tridevil, de 21 anos, fez uma cirurgia plástica para a inserção de um terceiro peito. Para isso, a jovem teve um gasto de 20 mil dólares (ou, aproximadamente R$ 47.200 mil).

Segundo informações do site Daily Mirror, a motivação para a cirurgia foi querer espantar os homens de sua vida. "Fiz isso porque não queria mais ser atraente para os homens. Não quero mais namorar ninguém", contou.

Ela ainda declarou que não foi fácil encontrar algum médico que topasse fazer o procedimento. Na busca pelo terceiro seio, 50 profissionais foram consultados, mas nenhum topou, já que a cirurgia vai contra o código de ética médico.

Já em entrevista a uma rádio local, Tridevil - nome artístico da morena - explicou que outra motivação para a cirurgia foi o sonho de virar celebridade e ganhar seu próprio programa de TV. “Meu grande sonho é conseguir isso na MTV. Eu estou investindo cada centavo que tenho nisso. Se não funcionar, estarei acabada”, explicou.

O resultado não agradou a família da massagista. "Minha mãe saiu correndo pela porta, ela não fala mais comigo e não deixa minha irmã conversar comigo também. Meu pai não está feliz, ele está com vergonha de mim, mas aceita o que fiz", comentou.  (O Dia)

Barbie e Ken ganham versões religiosas em exposição de arte

A exposição da dupla de artistas argentinos Pool Paolini e Marianela Pirelli, em Buenos Aires, ainda nem aconteceu, mas já está causando frenesi. “Barbie, a Religião Plástica”, abre no dia 11 de outubro, na Popa Galeria, no bairro de La Boca, em Buenos Aires, com versões da boneca e de seu namorado, o musculoso Ken, como santos e divindades.

São 33 bonecos. Entre eles, Barbie nas versões Nossa Senhora de Guadalupe, Maria Madalena, Iemanjá e Ken à imagem e semelhança de Jesus Cristo, Buda, São Jorge e por aí vai… São imagens do cristianismo, judaísmo, budismo e islamismo. Uma delas, a Barbie Defunta Correa, provocou alvoroço na região de San Juan, na Argentina, onde a mulher que acompanhou o marido na guerra e que foi encontrada morta com o seu bebê vivo e mamando no deserto, ganhou a devoção da população (embora não tenha sido canonizada pela igreja).

A explicação dos artistas é simples: “Se pode haver a Barbie médica, bombeira ou policial, por que não uma versão religiosa da boneca?”.  (Glamurama)

Juiz nega à CPI acesso à delação premiada de Paulo Roberto Costa

O juiz Sérgio Moro da 13ª Vara Federal, negou ontem (22) pedido da CPI mista da Petrobras de acesso ao teor da delação premiada do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, preso durante a Operação Lava Jato, da Polícia Federal, sob suspeita de participar de corrupção na estatal. O magistrado rejeitou também solicitação semelhante da Controladoria-Geral da União e da Petrobras.

Após tomar conhecimento da decisão, o presidente das duas CPIs que investigam denúncias contra a Petrobras, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), disse que irá recorrer. O parlamentar do PMDB ainda estuda qual instrumento jurídico será usado como recurso e a qual instância irá recorrer.

Em seu despacho, Moro afirma que reconhece o "papel relevante da CGU e das CPIs na investigação criminal e no controle da Administração Pública, bem como o auxílio que a Petrobras S/A tem prestado, até o momento, para a investigação".

Ele destaca, porém, que as informações apresentadas por Paulo Roberto Costa estão em sigilo e ainda não foram homologadas pela Justiça.

"Entretanto, o momento atual, quando o suposto acordo e os eventuais depoimentos colhidos sequer foram submetidos ao Juízo, para homologação judicial, não permite o compartilhamento, sem prejuízo de que isso ocorra no futuro”, completou o juiz ao negar o compartilhamento das informações.

Delação premiada
A delação premiada é resultado de um acordo firmado entre Costa e o Ministério Público Federal pelo qual o ex-diretor da Petrobras se compromete a colaborar com as investigações e denunciar os integrantes do esquema de pagamento de propina em contratos de empresas com a estatal. Se o ex-diretor comprovar as informações que der e a Justiça homologar o acordo, ele poderá receber benefícios, como redução de pena e a possibilidade de responder a processo em liberdade.

O teor dos depoimentos é sigiloso para resguardar as investigações, a integridade do delator e as pessoas eventualmente denunciadas por ele, até que as informações sejam devidamente comprovadas pela Polícia Federal e o Ministério Público.

Desde que começou a prestar os depoimento, no início deste mês, Paulo Roberto Costa teria denunciado a participação de deputados, senadores, governadores e um ministro no suposto esquema, segundo informou a revista "Veja".

Quando as primeiras informações começaram a vazar na imprensa, com a citação de nomes como os presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), parlamentares começaram a tentar obter o conteúdo da delação.

A CPI mista da Petrobras chegou a protocolar no Supremo pedido de acesso a “todos os documentos” relativos à Operação Lava Jato. Teori Zavascki acolheu a solicitação, mas entre as informações liberadas não estava o teor da delação de Paulo Roberto Costa. O ministro argumenta que ainda não recebeu o conteúdo das novas denúncias, já que o ex-diretor da Petrobras ainda está prestando depoimentos em Curitiba.

No último sábado (20), o presidente da CPI mista da Petrobras, Vital do Rêgo (PMDB-PB) disse ao G1 que tentará “convencer” o ministro Teori Zavascki, relator de processos relacionados à Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), a repassar à CPI os dados dos depoimentos. Nesta terça (23), o senador se reúne com Zavascki, o presidente do STF, Ricardo Lewandowski, e o procurador-geral da República, Rodrigo Janot.
 

Eleitor deve demorar 1 minuto e 14 segundos

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou hoje (22) que o eleitor deve levar em média um minuto e 14 segundos para votar na urna eletrônica. A estimativa leva em conta desde o momento em que o eleitor se apresenta ao mesário e vai à cabine de votação até o último voto na urna eletrônica. No dia 5 de outubro, serão eleitos deputados estaduais e federais, senadores, governadores e o presidente da República.

A estimativa do TSE foi baseada no tempo gasto pelo eleitor para votar nas eleições gerais de 2010. Para agilizar a votação, o tribunal recomenda a utilização de um papel para anotar o número dos candidatos. Veja >A cola está disponível na página do TSE.
Mais aqui >Locais de votação têm mudanças em Belém

STF permite que Delúbio termine de cumprir a pena em casa

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, condenado no processo do mensalão a seis anos e oito meses de prisão por corrupção ativa, cumpra o resto da pena em casa. Ele ficará submetido às mesmas regras da prisão domiciliar – ou seja, terá de ficar em casa das 21h às 5h e não poderão sair do Distrito Federal sem autorização judicial. Atualmente, o petista está no regime semiaberto, em que sai durante o dia para trabalhar e volta para a prisão à noite.

Segundo informações da Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal, Delúbio já cumpriu um sexto da pena e, por isso, tem direito à progressão de regime. Ele terá sua libertação antecipada porque, segundo a legislação brasileira, a cada três dias trabalhados, o preso pode diminuir um dia na pena total. O petista trabalha na Central Única dos Trabalhadores (CUT). Matematicamente, Delúbio tem direito à progressão de regime desde o dia 30 de agosto. Foram descontados da pena 117 dias.

A decisão segue recomendação enviada ao STF na semana passada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Segundo ele, além do tempo necessário para a obtenção do benefício, o preso apresenta bom comportamento. “Com efeito, não há óbice à progressão de regime almejada, pois, constatado que o sentenciado cumpriu com os requisitos previstos em lei, faz jus ao benefício legal”, escreveu o procurador-geral.

Pela lei, o preso em regime semiaberto progride para o aberto, que é cumprido em casas do albergado. Como não existe esse tipo de instituição no Distrito Federal, Barroso determinou o cumprimento do resto da pena em prisão domiciliar. Já obtiveram o mesmo benefício os ex-deputados José Genoino (PT-SP) e Bispo Rodrigues (PR-RJ) e com o ex-tesoureiro do PL (atual PR) Jacinto Lamas, também condenados no processo do mensalão. Até o fim do ano, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu e o ex-deputado Valdemar Costa Neto (PR-SP) também devem ir para casa, pelo mesmo motivo.

Com Dilma e Temer fora, Lewandowski assume a Presidência

A presidente Dilma Rousseff participa nesta terça-feira (23) em Nova York da Cúpula do Clima, Cúpula do Clima, que discutirá mudanças climáticas, e na quarta faz a abertura do debate geral da 69ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York.

Segundo o Palácio do Planalto, a presidente discursará nesta terça para os representantes dos demais países integrantes da Cúpula do Clima. É esperado que os presidentes digam o que seus países têm feito para a proteção do meio ambiente e o que ainda podem fazer para protegê-lo.

Na quarta, a presidente fará o discurso de abertura da 69ª Assembleia Geral, tradicionamente reservado ao presidente brasileiro. Antes, Dilma terá encontro com o secretário-geral da ONU, Ban Ki Moon. Em setembro do ano passado, na abertura da 68ª Assembleia, a presidente concentrou o discurso, de 23 minutos, na segurança de dados na internet e afirmou que casos de espionagem “ferem” o direito internacional e “afrontam” os princípios que regem a relação entre os países – Dilma chegou a cancelar a visita de Estado que faria aos EUA após denúncias de que teria sido alvo de espionagem do governo norte-americano.

O discurso de Dilma na abertura da assembleia se iniciará por volta das 9h (horário local; 10h no horário de Brasília) e terá duração de 20 a 30 minutos. Há expectativa de que a presidente apresente à ONU o que o Brasil fez nos últimos anos para reduzir a igualdade social e erradicar a fome. Além disso, a presidente pode reforçar a defesa pela segurança na internet e enaltecer a criação do Banco de Desenvolvimento do Brics – agrupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Em seguida, o presidente dos EUA, Barack Obama, discursará. A volta de Dilma ao Brasil deverá ocorrer após o almoço.

Adversária de Dilma na corrida presidencial, a candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, foi convidada para participar da Cúpula do Clima, mas, conforme a assessoria, Marina Silva decidiu não ir.

Presidência
Em razão das viagens internacionais de Dilma aos Estados Unidos e do vice-presidente Michel Temer para o Uruguai. o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, assumirá até esta quarta (24) a Presidência da República,

Quarto na linha de sucessão, o presidente do Supremo ocupará a Presidência da República 13 dias após assumir o comando do STF porque os presidentes da Câmara e do Senado têm impossibilidades eleitorais. (G1)

Transporte público ganha nova identidade visual

A partir da manhã desta terça-feira (23), a população poderá ver a nova identidade visual dos veículos de transporte público de Belém. Ônibus, táxis e mototáxis de Belém, e mais vans que fazem transporte interno de passageiros em Mosqueiro e que já estão dentro do novo padrão visual da Prefeitura de Belém serão apresentados ao público a partir das 9h, no Portal da Amazônia. O evento integra a programação da Semana Nacional de Trânsito de Belém.

“A partir de agora todo o sistema de transporte público de Belém começará a ter a mesma identidade visual nova, facilmente identificada pelo usuário. Essa padronização também ajudará a localizar o transporte que não estiver regularizado junto à Prefeitura de Belém”, explica Maisa Tobias, à frente da Semob, que fará a vistoria dos veículos junto com o prefeito Zenaldo Coutinho.

A nova frota também mostrará veículos novos e de qualidade para o transporte da população. “Estamos exigindo a retirada de veículos que não estão em condições de trafegabilidade e os novos veículos já são resultado desse esforço para manter um sistema de transporte de qualidade”, disse.  (OrmNews)

Izabela Jatene estuda processar jornal Diário do Pará



A coordenadora do programa ProPaz, Izabela Jatene de Souza (foto), se disse assustada após ter o áudio de um telefonema com o subsecretário de Receita da Secretaria de Estado de Fazenda do Pará (Sefa), Nilo Rendeiro de Noronha, vazado pelo jornal Diário do Pará, na edição deste domingo (21). "Ter a privacidade invadida foi assustador", afirmou.

Izabela Jatene disse que se reuniu com sua assessoria jurídica e estuda processar a publicação de propriedade do senador Jader Barbalho (PMDB). A reportagem publicada ontem especula a respeito da destinação do dinheiro mencionado no diálogo entre a coordenadora do ProPaz e o subsecretário de Receita da Sefa, Nilo Rendeiro.

A coordenadora confirmou que o telefonema feito em 2011 e disse que ele se referia a trabalho."O objetivo do telefonema era encontrar formas de financiamento para o Propaz. Nosso susto foi grande ao perceber que alguém teve acesso ao meu telefone", disse. "Surpreende também a forma como isso foi usado. Uma ligação de trabalho, feita entre colegas de equipe foi tratada como se fosse uma questão pessoal", continuou. "Minha vida inteira foi pautada para trabalhar com políticas públicas sociais e criar articulações necessárias para beneficiar as pessoas. Creio que quem vive o ProPaz, com certeza, quando viu isso (a gravação) deve ter se assustado", finalizou.

O advogado de Izabela, Orlando Barata, diz que a publicação da versão incompleta do conteúdo do telefonema 'dá uma conotação diferente ao áudio'. 'A publicação como foi apresentada pelo Diário do Pará, rádios e televisão do grupo atingiu a honra da cidadã Izabela. A apresentação da frase completa mostraria claramente que ela não tem a conotação que eles tentam dar', explicou.

Segundo o advogado o Diário do Pará será acionado por calúnia e difamação, além de ser alvo de ação indenizatória por danos morais.

O ORM News entrou em contato com a assessoria de comunicação da Polícia Civil, que efetuou a gravação do material com autorização judicial. A polícia informou que não vai se pronunciar sobre o caso.

Em nota ao ORM News, a SEFA informou que "a respeito da divulgação de informações sobre contribuintes estaduais cumpre as determinações legais em relação ao sigilo fiscal. Conforme disposição do Código Tributário Nacional, o sigilo fiscal visa proteger informações prestadas pelos contribuintes ao Fisco.

O artigo 198 da Lei 5.172/66, do Código Tributário Nacional, regulamenta não ser vedada a divulgação de informações relativas a representações fiscais para fins penais: inscrições na Dívida Ativa da Fazenda Pública e empresas com parcelamento ou moratória.

A legislação não permite a divulgação de informações econômico fiscais e financeiras, mas não impede a divulgação de ranking dos contribuintes, com as respectivas razões sociais. Em diversos sites de secretarias estaduais de Fazenda, como Maranhão, Goiás e Amazonas, é possível encontrar a relação dos maiores contribuintes do Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação, ICMS.

O artigo 53-A da Lei Estadual 6.182/98, autoriza a divulgação, no site da Sefa na internet, da relação dos contribuintes que tenham débitos tributários inscritos na Dívida Ativa.

A Secretaria da Fazenda, no desempenho da missão institucional, pode fornecer informações para outras instituições públicas estaduais, visando o desenvolvimento de ações, desde que não haja o descumprimento das normas legais. Assim sendo, o repasse de informações para a coordenação do programa Pro Paz, que estava sendo reativado em 2011, está dentro da legalidade"

Atuação do ProPaz - O programa ProPaz, coordenado por Izabela Jatene, filha do governador Simão Jatene, foi criado em 2004. O programa desenvolve políticas públicas para atender crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social e tem como campo de atuação a geração de renda e capacitação desses públicos.

São oferecidas ainda atividades ligadas ao esporte, lazer, arte, cultura e saúde. As ações acontecem em parceria com setores da sociedade, além de organizações governamentais e não governamentais. (OrmNews)

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Vida de Izabela Jatene é um luxo só

No Diário do Pará (Dol)
A professora Izabela Jatene de Souza, 42 anos, começou a viver uma vida de luxo depois que o pai se tornou governador do Pará pela primeira vez em 2002. Até então ela era uma moça de classe média, que fazia compras a prestação, dava aulas na universidade e suava para pagar as contas como qualquer professor. Mas depois da eleição do pai a vida de Izabela mudou, ela foi trocando de casa. Em 2011 morava no exclusivo Edifício Wing, um dos mais luxuosos endereços da capital, quando foi flagrada num grampo telefônico autorizado pela Justiça pedindo a lista das 300 maiores empresas do Pará para “buscar um dinheirinho deles”.

Helder Barbalho esconde o nome do pai em campanha

No jornal O Liberal
Reportagem do jornal “Folha de S. Paulo”, publicada na edição de sábado, 20, destaca que o candidato do PMDB ao governo do Estado, Helder Barbalho, procura manter-se distante, durante a campanha eleitoral, da figura do pai, o senador Jader Barbalho, cujo nome é conhecido em todo o País pelas acusações de envolvimento em casos de corrupção - muitos deles ainda aguardando julgamento. A distância prudente é tomada mesmo sendo hoje Helder Barbalho, 35 anos, o grande projeto político de Jader Barbalho, que pretende assim voltar, por intermédio do filho, a comandar o governo do Pará, cargo que já ocupou em duas ocasiões anteriores. 
Mais aqui >Helder Barbalho esconde o nome do pai em campanha

Globo 'censura' novela e irrita autor e elenco

Globo 'censura' novela e irrita autor e elenco (Foto: Reprodução)
Aguinaldo Silva, autor de “Império” - atual novela das 21h da TV Globo -, e boa parte do elenco da trama estariam bastante incomodados com as ordens da emissora carioca de vetar as cenas de beijos gays, sexo, nudez e palavrões da produção.

A reprovação do novelista às atitudes do canal fez com que o profissional, inclusive, cutucasse a Globo nas redes sociais. "Até [a novela infanto-juvenil do SBT] ‘Chiquititas’ tem mais sexo que ‘Império'", alfinetou em sua página no Twitter.

Quem também criticou as mudanças no folhetim por meio do microblog foi Alexandre Nero, intérprete do protagonista, José Alfredo. "Sem sexo não existem famílias."
Enquanto isso, a Globo informou que a edição das cenas é uma dinâmica regular realizada em todos os seus produtos, segundo o jornal “Folha de S. Paulo”.

O veto às sequências, aliás, seria baseado no resultado de pesquisas do canal, que mostram que os homossexuais da trama são queridos pelo público, mas que o telespectador comum ainda não quer encarar cenas de beijos e "pegação" entre eles.

Uma das imagens vetadas teriam sido as do casal Leonardo (Klebber Toledo) e Cláudio (José Mayer). Os atores gravaram cena deitados em uma cama. Dias depois, a sequência foi regravada com os dois em pé, bem distantes da cama.  (Dol)

domingo, 21 de setembro de 2014

Sophia Loren, a musa do cinema italiano, chega aos 80

Belos cabelos castanhos, corpo escultural e memoráveis olhos verdes, que consagraram a maquiagem “gatinho” até hoje copiada por mulheres do mundo todo. Os atributos físicos da atriz Sophia Loren já seriam suficientes para torná-la uma das mulheres mais famosas e desejadas do mundo. Interpretações memoráveis, porém, fizeram dela não apenas uma mulher cobiçada, mas também uma das atrizes mais importantes da história do cinema. Não à toa, os 80 anos da musa do cinema italiano, celebrados ontem, 20, serão marcados por homenagens como a preparada por um importante fã mexicano: o empresário Carlos Slim, que vem a ser o homem mais rico do mundo, organizou uma exposição especial no Museu Soumaya, propriedade sua no México, para festejar a data. A mostra depois deve ser exportada.
Carlo Ponti, diretor de cinema italiano, e sua esposa, Sophia Loren
Sophia Loren nasceu Sofia Scicolone, em Roma, em 20 de setembro de 1934. Filha de Riccardo Scicolone e da atriz Romilda Villani, Sophia e a irmã, Maria Scicolone, cresceram sem o pai, que já era casado e não assumiu a família ao lado de Romilda. Desamparada, a mãe das garotas, que era constantemente comparada à sueca Greta Garbo nas ruas, retornou para a casa da família na pequena cidade de Pozzuoli, em Nápoles. Lá, elas viveram um longo período de pobreza, efeito da devastação causada pela Segunda Guerra Mundial no país. “Minha vida não é um conto de fadas, ainda é doloroso falar sobre isso”, disse Sophia à revista americana Vanity Fair, em 2012. Na época, o voluptuoso corpo da atriz não existia. De tão magra, ela ganhou o apelido de “Sofia palito de dente” na escola.

Aos 14 anos, a vida da jovem começa a mudar. Incentivada pela mãe, ela participa de um concurso de beleza, onde ganha o primeiro lugar, uma passagem para Roma e 35 dólares. Na capital italiana, ela consegue trabalhos como modelo em revistas e fotonovelas. Logo, é descoberta pelo produtor de cinema Carlo Ponti, com quem acabaria se casando mais tarde, apesar da diferença de idade de 22 anos. Para abandonar o sobrenome Scicolone, considerado pouco glamouroso, a atriz começa a ser creditada nos filmes como Sofia Lazzaro. Boatos com jeitão de folclore sustentam que o novo nome seria uma referência ao personagem bíblico Lázaro, que é ressuscitado por Jesus — já que, com sua beleza marcante, Sophia poderia ressuscitar mortos. Pouco depois, Lazzaro virou Loren, transição inspirada na atriz sueca Märta Torén, popular na época.

Sob a tutela de Ponti, a atriz participou de mais de vinte filmes entre 1950 e 1953, e subiu rapidamente de figurante para o cargo protagonista, quando conquistou a personagem título de Aida (1953), após a atriz Gina Lollobrigida, apontada como sua rival, desistir do papel. Na época, aos 19 anos, ela se tornou amante de Ponti, que era casado.

A partir daí, Sophia, já considerada um símbolo sexual em uma época sem Photoshop e em que os corpos pouco se desnudavam, estrelou outras importantes produções italianas, como A Favorita (1953), Duas Noites com Cleópatra (1954) e A Invasão dos Bárbaros (1954). Em Hollywood, sua carreira deslancha em 1957, com os filmes A Lenda da Estátua Nua (1957), A Lenda dos Desaparecidos (1957), e Orgulho e Paixão (1957).

Pesquisas confundem eleitores

IVeiga mantém vitória de Helder no  1º turno (Foto: )
Nos jornais Amazônia e O Liberal, edições deste domingo (21):
JATENE DISPARA NA FRENTE COM 38,9%
Se a eleição fosse hoje, o candidato do PSDB ao governo do Pará, Simão Jatene – que abriu seis pontos de vantagem sobre o segundo colocado, Helder Barbalho (PMDB) –, seria reeleito governador no primeiro turno. É o que mostra a primeira pesquisa do tradicional Instituto Bureau, Marketing e Pesquisa Ltda. (BMP) divulgada ontem.

A pesquisa do BMP – que há mais de 20 anos faz pesquisas eleitorais no Pará – aponta o atual governador Simão Jatene, candidato à reeleição, na liderança, com 38,90%, tendo Helder Barbalho (PMDB) em segundo lugar, com 32,83%. Em seguida aparecem os candidatos Marco Carrera (PSOL), com 1,47%; Zé Carlos (PV), com 1,08%; Elton Braga (PRTB), com 0,95% e Marco Antonio (PCB), com 0,40%. Os indecisos somam 18,42%. Brancos, abstenções e nulos somam 5,95%.

Esta é primeira pesquisa de intenção de voto feita pelo instituto BMP sobre a eleição estadual após o registro das candidaturas. A pesquisa foi encomendada pelo próprio BMP e registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número PA 00033/2014. Ela foi realizada entre os dias 16 e 19 de setembro em todo o Pará, com 2.500 entrevistados, tem margem de confiança de 95,5 pontos percentuais e margem de erro de 2 pontos para mais ou para menos.

Avaliação - Na mesma pesquisa, os eleitores também responderam sobre a avaliação do governo Simão Jatene. Segundo o BMP, 37,81% consideram o governo “ótimo ou bom”. Outros 34,63% afirmaram que ele é regular. Os que dizem que ele é “ruim ou péssimo” somam 22,55%. Não sabem - 5,02%.

A pesquisa foi encomendada pelo próprio BMP e registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número PA 00033/2014. 
 No jornal Diário do Pará, deste domingo (21): 
HELDER VENCE NO 1º TURNO
Novos números do IVeiga Consultoria e Pesquisa Ltda, em pesquisa realizada com 1.200 eleitores de 36 municípios paraenses revelam uma diferença de 5 pontos percentuais, tanto na aferição espontânea quanto na estimulada, em favor do candidato Helder Barbalho (PMDB), da coligação “Todos pelo Pará”, contra o candidato Simão Jatene (PSDB), da coligação “Juntos com o Povo”. Na espontânea, Helder tem 38,2%, enquanto Jatene aparece com 33%, uma vantagem de 5,2%. Os votos brancos e nulos alcançam 4%. Os que não souberam ou não opinaram, 23,7%. Já na estimulada, o placar a favor de Helder é 42,4% a 37,3%, com diferença de 5,1%. Os eleitores que disseram que votarão em branco ou que pretendem anular o voto somam 3,8%, enquanto 13,8% não souberam ou não opinaram sobre suas preferências.

A pesquisa foi realizada entre os dias 14 e 19 de setembro e foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número PA00030/2014

Yoko Ono cede direitos de música de Lennon para Dia Internacional da Paz

“Imagine”, de John Lennon, é a música tema do Dia Internacional da Paz deste ano, celebrado neste domingo (21) , uma iniciativa da Organização das Nações Unidas. A contribuição foi feita pelo grande amor do ex-integrante dos Beatles, Yoko Ono, que cedeu a canção para a ONU. Yoko disse que a escolha foi feita porque a letra fala sobre liberdade de discurso e justiça para todos ao redor do mundo.

* “Eu acredito que a criação desse dia foi muito importante porque as pessoas que acreditam no Dia da Paz não são pessoas que estão só falando, nem só acreditando, são pessoas que estão realmente trabalhando para isso “, disse, de acordo com o site da ONU.
Yoko Ono e John Lennon

Imagine
Imagine não haver o paraíso
É fácil se você tentar
Nenhum Inferno abaixo de nós
Acima de nós, só o céu

Imagine todas as pessoas
Vivendo o presente

Imagine que não houvesse nenhum país
Não é difícil imaginar
Nenhum motivo para matar ou morrer
E nem religião, também

Imagine todas as pessoas
Vivendo a vida em paz

Você pode dizer que eu sou um sonhador
Mas eu não sou o único
Espero que um dia você junte-se a nós
E o mundo será como um só

Imagine que não ha posses
Eu me pergunto se você pode
Sem a necessidade de ganância ou fome
Uma irmandade dos homens

Imagine todas as pessoas
Partilhando todo o mundo

Você pode dizer que eu sou um sonhador
Mas eu não sou o único
Espero que um dia você junte-se a nós
E o mundo viverá como um só

Manifestação da ALAS em defesa da cultura santarena

Por Ednaldo Rodrigues - presidente da Academia de Letras e Artes de Santarém (ALAS)
Na condição de membro ativo do movimento cultural de Santarém há mais de 30 anos e com a responsabilidade de atual Presidente da Academia de Letras e Artes de Santarém (ALAS) venho me juntar a todos para manifestar o posicionamento da ALAS contra o descaso, contra a dilapidação do Patrimônio Histórico e Cultural, contra o desrespeito e a indiferença da gestão pública nas instâncias Estadual e Municipal aos segmentos culturais e a cultura TAPAJÔNICA.

São momentos como esses, quando os nossos prédios antigos são propositalmente destruídos, é que as nossas autoridades revelam a dimensão da hipocrisia com que a cultura local e regional são tratadas. São os mesmos indivíduos que durante as campanhas eleitorais defendem a cultura para tornar os seus discursos políticos mais simpáticos, no entanto, depois de eleitos o assunto sequer entra em pauta.

Hoje, a cultura santarena está diante de um dos maiores ostracismos de sua história. Vejamos nós: o Patrimônio Histórico e Arquitetônico está virando pó todos os dias; a Feira da Cultura Popular que é um projeto de valorização do homem e da mulher do interior sumiu do calendário da Secretaria Municipal de Cultura; o Festival de Música foi esquecido há muito tempo; a Semana da Poesia deixou de ser realizado porque não rende voto aos grupos políticos que estão no poder.

Tem mais: há pouco tempo o Instituto Maestro Wilson Fonseca teve que denunciar a Prefeitura de Santarém, em Rede Nacional, para readmitir os professores demitidos em massa. Antigamente apenas as pessoas ricas tinham acesso a música popular/erudita, mas nos últimos anos a Escola da Música Maestro Wilson Fonseca tem realizado o sonho impossível de tantos jovens da periferia de nossa cidade; a Filarmônica Municipal Professor José Agostinho com mais de 45 anos de existência não tem uma sede própria e nem mesmo um local digno para realizar os ensaios de seus músicos; o Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós (IHGTap) ainda não recebeu o espaço alugado e reformado pela prefeitura, que está sendo pago com o dinheiro do contribuinte há mais de 18 meses; a Academia de Letras e Artes de Santarém (ALAS) com 10 anos de fundação não tem uma sede própria para abrigar os associados dela, mesmo que tenha sido criada por uma Lei Municipal (Lei 17.847 de 18 de junho de 2004). Nos últimos dois anos a diretoria da ALAS não conseguiu sequer ser recebida pelo prefeito da cidade, mesmo que tenha protocolado sete pedidos de audiência. Diante de tanto desrespeito e falta de sensibilidade para com os integrantes da ALAS, pessoas que por meio de suas trajetórias, dedicaram grande parte de suas vidas, de forma abnegada, para construir o conceito positivo da cultura que ostentamos hoje, no ultimo dia 30 de agosto de 2014, recebi aval dos associados da ALAS, na Assembleia Geral da entidade para procurar o Ministério Público e a Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção de Santarém e pedir a intervenção desses dois órgãos para que a Prefeitura instale e mobilie a nossa Academia. Além disso, a assembleia também aprovou a emissão de um documento solicitando informações sobre a não realização dos eventos culturais, de pertencimento da população, tais como: Feira da Cultura Popular, Festival de Música e Semana da Poesia, entre outros. Todas as providências já foram tomadas por nós e estamos aguardando a manifestação do Ministério Público e da OAB.

Ora, se o cuidado e o respeito para com a cultura, tão propalados pelas autoridades em seus discursos políticos, ocasião em que estão pleiteando os cargos públicos, se realmente fossem verdadeiros, a ALAS não precisaria ir ao Ministério Público e a OAB para fazer valer os seus direitos.

Por isso, vamos nos integrar ainda mais ao movimento cultural de Santarém e da região. Juntos vamos defender a arquitetura, a música, a literatura/poesia, o teatro, a dança, o artesanato, a escultura e todas as manifestações culturais do futuro Estado do Tapajós.

Militares admitem tortura e mortes durante ditadura

Pela primeira vez, militares das Forças Armadas admitem a ocorrência de torturas e violações aos direitos humanos durante a ditadura. Este é o teor de documento, segundo reportagem do jornal ‘Folha de S. Paulo’, encaminhado sexta-feira à Comissão Nacional da Verdade pelo ministro da Defesa, Celso Amorim, em que as três Forças (Marinha, Aeronáutica e Exército) alegam não ter mais condições de negar tais ocorrências. O reconhecimento dos crimes pelas Forças dá respaldo à CNV para questionamentos aos militares investigados.

“Nesta perspectiva, o Estado Brasileiro, do qual este Ministério faz parte, por meio das autoridades legalmente instituídas para esse fim, já reconheceu a existência das lamentáveis violações de direitos humanos ocorridas no passado e assumiu sua responsabilidade pelo cometimento desses atos”, diz trecho do documento.

Os ofícios foram feitos por ordem do ministro Amorim e foram enviados à comissão 38 dias depois de a CNV submeter ao Ministério da Defesa uma lista com nomes de 24 vítimas, além de informações como locais de torturas e provas de violações. Junto à lista, a comissão enviou uma pergunta: o Ministério da Defesa e as três Forças “confirmam ou negam as informações apresentadas e comprovadas pela CNV?”

O teor dos ofícios varia. Enquanto a Aeronáutica diz não ter elementos para contestar as violações e a responsabilidade do Estado, a Marinha não nega e nem confirma. O Exército, por sua vez, não rebate as acusações da comissão.

Segundo a reportagem, o Ministério da Defesa acredita que este “é um passo importante a mais no processo de reconhecimento público, pelas três Forças, de que houve torturas e mortes durante aquele regime e que o Estado brasileiro tem responsabilidade pelo ocorrido”. (O Dia)

Pobreza de Marina na infância pode contribuir para sua vitória, diz 'Economist'

A presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição em outubro desde ano, teria afirmado que somente o voto nela poderia garantir a continuação do mais famoso programa de combate à pobreza do país, o Bolsa Familia. As informações foram veiculadas pelo jornal britânico The Economist em matéria de sexta-feira (19). Segundo o jornal, dos cerca de 140 milhões eleitores do Brasil , até 30 milhões seriam beneficiários do programa, direta ou indiretamente. Isso representaria um enorme risco para seus adversários, em especial para Marina Silva.

De acordo com o jornal londrino, a principal concorrente de Dilma na corrida presidencial, Marina Silva (PSB), transmitiu pela televisão sua resposta no dia 16 de setembro. Marina teria dito que não vai lutar com Dilma usando as armas da rival, mas que no lugar disso faria uso da verdade, do respeito e suas próprias políticas. Marina afirma que irá manter o programa Bolsa Família justamente por ter vindo de uma origem humilde e saber o que é passar fome, segundo o jornal.

O jornal lembra que Marina Silva nasceu em uma zona rural pobre do Acre e que seus pais eram seringueiros e que, ao contrário de praticamente todos os políticos brasileiros ativos, a candidata saberia o que é passar fome. Esse apelo seria uma das principais forças da candidata que foi lançada na corrida presidencial após a morte do candidato oficial do PSB e seu companheiro de chapa Eduardo Campos, em um acidente de avião no dia 13 de agosto.

Em seu discurso, Marina lembra que durante a infância, tudo que sua mãe costumava ter para alimentar oito crianças era um ovo, cebola picada e um punhado de farinha e sal. Marina diz lembrar de situações adversas de sua infância. “Lembro-me de olhar para meus pais e perguntar: vocês não vão comer? E minha mãe responder que eles não estavam com fome. Quando criança, eu acreditava nisso. Mas depois eu entendi que, por mais um dia, eles não tinham nada para comer. Alguém que tenha passado por isso nunca vai acabar com o Bolsa Família. Este não é um discurso. É uma vida.”, teria afirmado.

A partir de ontem (20), candidatos só podem ser presos em flagrante

A partir de ontem (20/9), nenhum candidato pode ser detido ou preso, salvo em flagrante delito, de acordo com o parágrafo 1º do artigo 236 do Código Eleitoral (Lei 4.737/1965). A proteção dura até dois dias depois do fim do primeiro turno, marcado para o dia 5 de outubro.

Os eleitores, por sua vez, não poderão ser presos ou detidos de 30 de setembro até 48 horas após o término do pleito. Os cidadãos só poderão ir para trás das grades em flagrante delito, em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou, ainda, por desrespeito a salvo-conduto, segundo estabelece também o artigo 236 do Código Eleitoral.

Segundo turno
Já o candidato que concorrer ao segundo turno para presidente da República ou governador de Estado não poderá ser preso ou detido a partir de 11 de outubro, salvo em flagrante delito. O segundo turno da eleição ocorre dia 26 de outubro.A partir de 21 de outubro até 48 horas após o encerramento do pleito em segundo turno, nenhum eleitor pode ser preso ou detido, obedecendo às mesmas exceções do primeiro turno.

CASF Corretora: Caso inusitado

No "Repórter 70" - jornal O Liberal, edição deste domingo (21)
IMBROGLIO
É possível alguém com 1% das ações de uma empresa tornar-se seu presidente com apenas um único voto - o próprio - e ainda por cima ganhar salário de R$ 15 mil, depois de ter vendido a marca de uma empresa inativa? Acontece na Corretora Casf, criada para substituir a Coramazon, extinta para afastar os sócios AABA e AEBA. As duas entidades do pessoal do BASA ganharam as eleições, elegeram nova diretoria mas se deparam com o inusitado.
PELA CULATRA
O sócio minoritário da nova Corretora vendeu um título que possuía para a Casf, que detém 99% das ações, mas está sem poder destituir o presidente, que averbou em cartório um contrato com cláusula leonina, estabelecendo que qualquer decisão só poderá ser tomada por unanimidade. Logo, sem o seu voto, nada pode ser feito na Corretora que foi criada para dar lucro, mas por enquanto só tem dado despesa.
 

Uso do antigo ddt já matou 37 no Pará


Ex-servidores da extinta Superintendência de Campanhas de Saúde Pública (Sucam), atual Fundação Nacional de Saúde (Funasa), contaminados pelo DDT (dicloro-difenil-tricloroetano) e tutelados pela Justiça Federal para terem o tratamento adequado das doenças ocasionadas pelo inseticida denunciam que a Funasa, no Pará, suspendeu, desde junho deste ano, o tratamento da saúde de cerca de 620 pacientes. Muitos deles são do interior do Estado e precisam estar em Belém a cada três meses. Os pacientes informam também que a Funasa fez cinco contratos para atendê-los entre serviços de hotelaria, locação de veículos, medicamentos, exames e passagens aéreas, porém alega não ter recursos para o programa de atendimento. O programa existe há 12 anos, e não tem previsão de retorno.